Suzuki Online
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Autorizada Suzuki me lascou!

+2
barra
fibeloko
6 participantes

Ir para baixo

Mensagem Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por fibeloko Qui 30 Maio 2013, 12:14

Fala galera, beleza?

Sou novo aqui e este é o meu primeiro tópico. (gostaria de saber se podem me ajudar com uma resposta)

Infelizmente tenho algo ruim para falar...
Deixei minha moto na oficina fazendo uns reparos, quando fui buscar ela estava cheia de névoa de tinta, deixei lá para arrumarem, fizeram um polimento geral para tirar toda a tinta que caiu nela.

Mas passaram alguma coisa que tem óleo, soltou a cola da fita isolante que tinha em uma mangueira e o PIOR:

O freio dianteiro já era! Não freia mais!

E eu descobri isso da prior maneira :/

Vocês sabem o que eu posso fazer?

fibeloko
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 20/05/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por barra Qui 30 Maio 2013, 12:29

Fala o nome da autorizada aí pra gente passar longe.
barra
barra
Participante
Participante

Masculino
Idade : 44
Data de inscrição : 09/07/2010

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por fibeloko Qui 30 Maio 2013, 12:41

NOME DA OFICINA REMOVIDO, EDITO COM O NOME QUANDO O CASO FOR SOLUCIONADO.


Última edição por fibeloko em Dom 02 Jun 2013, 02:27, editado 1 vez(es)

fibeloko
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 20/05/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por albmeira Qui 30 Maio 2013, 13:30

Faça uma reclamação formal na cc e se não tre atenderem coloca no fórum, reclame aqui e etc.
A má publicidade na net não faz bem para ninguém hj em dia, só não se esqueça de documentar bem estes problemas para amanhã ou depois eles desmentirem o que vc disse.
albmeira
albmeira
Participante
Participante

Masculino
Idade : 43
Data de inscrição : 11/03/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por fibeloko Qui 30 Maio 2013, 14:15

albmeira escreveu:Faça uma reclamação formal na cc e se não tre atenderem coloca no fórum, reclame aqui e etc.
A má publicidade na net não faz bem para ninguém hj em dia, só não se esqueça de documentar bem estes problemas para amanhã ou depois eles desmentirem o que vc disse.

Obrigado André!

Eu vou documentar tudo, tenho fotos e testemunhas.

Eu vou partir para a justiça mesmo.

fibeloko
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 20/05/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por Parada Qui 30 Maio 2013, 18:01

amigo, se borrifaram oleo no seu freio, realmente demora um pouco pra limpar tudo.....uma pergunta, quando vc falou que descobriu da pior maneira, vc caiu com a moto???

Abs
Parada
Parada
Participante
Participante

Masculino
Idade : 42
Data de inscrição : 04/07/2012

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por fibeloko Qui 30 Maio 2013, 18:20

Parada escreveu:amigo, se borrifaram oleo no seu freio, realmente demora um pouco pra limpar tudo.....uma pergunta, quando vc falou que descobriu da pior maneira, vc caiu com a moto???

Abs

Foi exatamente isso, precisei dar uma freada mais forte e apertei o freio de trás e o da frente ao mesmo tempo, não estava rápido, segunda marcha.
A roda de trás travou e a da frente continuou rodando.
Cai de lado.

fibeloko
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 20/05/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por Kallébe Qui 30 Maio 2013, 23:49

Se tinha lascas de tinta na moto. E eles retiraram, foi porque eles usaram óleo Diesel para lavar a moto. Ou o tão bendito, mas famigerado, limpa baú...
Esses óleos deixam os discos de freio extremamente lisos. Ao ponto de deixar o freio ineficiente. Da primeira vez que lavaram a minha com óleo diesel, eu precisei rodar uns 600 Km até a moto voltar totalmente ao normal. Isso porque fiquei apertando os freios levemente, alicatando por mais tempo, para secar os discos mais rapidamente. Tinham jateado óleo sem dó nos discos. Depois disso, sempre que chego para fazer lavagem a óleo diesel, eu aviso e deixo bem claro que é para passar longe dos discos.

Muito provavelmente foi isso que aconteceu. Pois as lascas de tinta não sairiam com água e sabão. Eles vão alegar isso e usar isso contra vc. Mas isso não exime eles da culpa. Primeiro pq nunca deveriam ter deixado cair lascas de tinta em sua moto. E segundo pq no caso da lavagem com óleo diesel, eles deveriam ter tomado bastante cuidado e avisado vc posteriormente.

A morosidade reina no poder judiciário. Por isso, tente amigavelmente, deixar bem claro a eles que a responsabilidade é deles. E tente reivindicar o valor devido pelo prejuízo amigavelmente.

Mas em todo caso, se isso não funcionar. Procure um juizado cível especial, vc pode pedir indenização por quantias de até 20 salários mínimos sem a necessária defesa por um advogado. E de até 40 salários mínimos, no caso de haver defesa advocatícia. O rito de processo judicial é sumaríssimo. Isso implica dizer que você pode fazer peticionamento oral e sustentação oral de sua tese, e que não precisará de notável conhecimento jurídico. Sem falar que é o rito mais célere entre todos, O que vai te garantir a resposta mais rápida. Mesmo assim, ainda é por muitas vezes trabalhoso e demorado. Por isso o acordo continua sendo o melhor negócio.

Abraços e boa sorte.

Kallébe
Participante
Participante

Masculino
Idade : 29
Data de inscrição : 22/05/2011

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por fibeloko Sex 31 Maio 2013, 00:21

Kallébe escreveu:Se tinha lascas de tinta na moto. E eles retiraram, foi porque eles usaram óleo Diesel para lavar a moto. Ou o tão bendito, mas famigerado, limpa baú...
Esses óleos deixam os discos de freio extremamente lisos. Ao ponto de deixar o freio ineficiente. Da primeira vez que lavaram a minha com óleo diesel, eu precisei rodar uns 600 Km até a moto voltar totalmente ao normal. Isso porque fiquei apertando os freios levemente, alicatando por mais tempo, para secar os discos mais rapidamente. Tinham jateado óleo sem dó nos discos. Depois disso, sempre que chego para fazer lavagem a óleo diesel, eu aviso e deixo bem claro que é para passar longe dos discos.

Muito provavelmente foi isso que aconteceu. Pois as lascas de tinta não sairiam com água e sabão. Eles vão alegar isso e usar isso contra vc. Mas isso não exime eles da culpa. Primeiro pq nunca deveriam ter deixado cair lascas de tinta em sua moto. E segundo pq no caso da lavagem com óleo diesel, eles deveriam ter tomado bastante cuidado e avisado vc posteriormente.

A morosidade reina no poder judiciário. Por isso, tente amigavelmente, deixar bem claro a eles que a responsabilidade é deles. E tente reivindicar o valor devido pelo prejuízo amigavelmente.

Mas em todo caso, se isso não funcionar. Procure um juizado cível especial, vc pode pedir indenização por quantias de até 20 salários mínimos sem a necessária defesa por um advogado. E de até 40 salários mínimos, no caso de haver defesa advocatícia. O rito de processo judicial é sumaríssimo. Isso implica dizer que você pode fazer peticionamento oral e sustentação oral de sua tese, e que não precisará de notável conhecimento jurídico. Sem falar que é o rito mais célere entre todos, O que vai te garantir a resposta mais rápida. Mesmo assim, ainda é por muitas vezes trabalhoso e demorado. Por isso o acordo continua sendo o melhor negócio.

Abraços e boa sorte.

Ual! Muito obrigado por sua resposta! Foi muito completa.

Eu tenho exatamente esta intenção, vou entrar no pequenas causas e pedir o valor da moto mais os reparos nela.

Muito obrigado, ajudou bastante!

fibeloko
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 20/05/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por albmeira Sex 31 Maio 2013, 01:04

Apenas faço uma ponderação...o juizado especial cível têm sido tão ou mais moroso que a justiça comum, e neste caso é bem provável que não de para utilizá-lo, pois provavelmente haverá necessidade de perícia que não é admissível no jec.
albmeira
albmeira
Participante
Participante

Masculino
Idade : 43
Data de inscrição : 11/03/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por fibeloko Sex 31 Maio 2013, 02:36

albmeira escreveu:Apenas faço uma ponderação...o juizado especial cível têm sido tão ou mais moroso que a justiça comum, e neste caso é bem provável que não de para utilizá-lo, pois provavelmente haverá necessidade de perícia que não é admissível no jec.

Interessante! No Brasil parece que nada funciona como deveria.

Mas eu só vou pedir o valor referente aos bens materiais, poderia considerar as asneiras que o gerente me falou e a queda que sofri devido ao não funcionamento do freio. Mas não tenho interesse nisso.

Espero que eu tenha sorte com esse juizado!

fibeloko
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 20/05/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por Kallébe Sex 31 Maio 2013, 12:51

fibeloko escreveu:
albmeira escreveu:Apenas faço uma ponderação...o juizado especial cível têm sido tão ou mais moroso que a justiça comum, e neste caso é bem provável que não de para utilizá-lo, pois provavelmente haverá necessidade de perícia que não é admissível no jec.

Interessante! No Brasil parece que nada funciona como deveria.

Mas eu só vou pedir o valor referente aos bens materiais, poderia considerar as asneiras que o gerente me falou e a queda que sofri devido ao não funcionamento do freio. Mas não tenho interesse nisso.

Espero que eu tenha sorte com esse juizado!

Não é que parece que não funciona. Realmente não funciona !
O Estado brasileiro está entre os Estados mais ineficientes do mundo. Sendo mais eficiente apenas do que de alguns países sul asiáticos e alguns países africanos.
É uma grande pena. E essa ineficiência está presente em todos os poderes e em todos os âmbitos.
Voltando ao assunto... A morosidade varia de Estado para Estado. Depende da gerência que é dada a ele em seu Estado.

Fiz defesa técnica, (tenho OAB, mas ainda não posso atuar como advogado, pois ainda não terminei meu curso), de um amigo que a claro colocou o nome dele no SPC indevidamente. Sendo que já havia feito a mesma coisa anteriormente por duas vezes. Na primeira o PROCON havia obrigado que a Claro tirasse o nome dele do SPC. Depois disso a Claro retirou e logo após, colocou o nome dele novamente. Ele foi a ANATEL e a ANATEL obrigou novamente que a Claro retirasse o nome dele do SPC, mas logo após colocou o nome dele novamente. Daí ele veio me procurar para ajudar ele, pois só via o poder judiciário, como a única forma de ele ver o nome dele livre do SPC. Pois a Claro já estava o perseguindo e passando por cima das ordens expressas de todos os órgãos reguladores.

Então pedi a ele que averiguasse se não havia negativação por nenhuma outra conta. Depois levei ele, para comprar uma TV no crediário. E o cadastro no crediário foi negado pq o nome dele estava negativado. Depois disso eu tinha prova testemunhal e documental (a declaração de inadimplemento e recusa do crediário da loja), que ele havia sido cessado de sua livre liberdade de compra indevidamente, pois seu nome não devia estar negativado, e que por conta disso, havia sido constrangido ao ponto em que se via obrigado a reivindicar, além da indenização por danos materiais, uma indenização por danos morais, por conta de todo constrangimento. Dai eu auxiliei ele em tudo e pedimos uma indenização de onze mil reais por danos materiais e morais. Depois de onze meses o juiz da vara cível especial, sentenciou a Claro ao pagamento de duas indenizações no valor de 9.000 reais as duas. O que pesou contra eles, foi o total desrespeito a dignidade humana, e mais ainda, o total desrespeito aos órgãos reguladores.

Enfim, aqui no Piauí os juizados especiais até que são ágeis, mas não conheço a realidade em seu Estado. Como o amigo acima descreveu no juizados cíveis especiais o juiz, não poderá de ofício requisitar, perícias técnicas. O que eu não vejo muita necessidade. Já que eles poderiam e vão com toda razão alegar a inidoneidade das prova pericial. Já que ela ficou em suas mãos e sofreu as intempéries da natureza. Neste caso o melhor a ser feito ainda é o acordo. Mas se em último caso. Atente "em ultimo caso" isso não funcionar, vá você e mais duas pessoas tentar o acordo, assim essas duas pessoas servirão de provas testemunhais de que você tentou fazer o acordo, e a outra parte não poderá alegar litigância de má fé de sua parte, (o que quase sempre ocorre). Lembrando que o juizado cível especial não serve apenas para para fazer valer o poder jurisdicional. Nele, ainda nas fases introdutórias da ação vc poderá tentar judicialmente uma conciliação. Na primeira audiência, o juíz tentará, ou pelo menos deverá tentar fazer, uma conciliação entre as partes. Assim vc pode driblar a possível morosidade do juizado cível especial de seu Estado e tentar uma conciliação judicial, o que é muito mais fácil e rápido e vinculará entre as partes como uma sentença judicial.

Desculpe, mas devo perguntar. Qual é sua moto ? Lembrando que 20 salários mínimos vigentes hoje, valem 13.560 reais e 40 salários mínimos valem, 27.120 reais.

Abraços.

Kallébe
Participante
Participante

Masculino
Idade : 29
Data de inscrição : 22/05/2011

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por fibeloko Sex 31 Maio 2013, 14:21

Kallébe escreveu:
fibeloko escreveu:
albmeira escreveu:Apenas faço uma ponderação...o juizado especial cível têm sido tão ou mais moroso que a justiça comum, e neste caso é bem provável que não de para utilizá-lo, pois provavelmente haverá necessidade de perícia que não é admissível no jec.

Interessante! No Brasil parece que nada funciona como deveria.

Mas eu só vou pedir o valor referente aos bens materiais, poderia considerar as asneiras que o gerente me falou e a queda que sofri devido ao não funcionamento do freio. Mas não tenho interesse nisso.

Espero que eu tenha sorte com esse juizado!

Não é que parece que não funciona. Realmente não funciona !
O Estado brasileiro está entre os Estados mais ineficientes do mundo. Sendo mais eficiente apenas do que de alguns países sul asiáticos e alguns países africanos.
É uma grande pena. E essa ineficiência está presente em todos os poderes e em todos os âmbitos.
Voltando ao assunto... A morosidade varia de Estado para Estado. Depende da gerência que é dada a ele em seu Estado.

Fiz defesa técnica, (tenho OAB, mas ainda não posso atuar como advogado, pois ainda não terminei meu curso), de um amigo que a claro colocou o nome dele no SPC indevidamente. Sendo que já havia feito a mesma coisa anteriormente por duas vezes. Na primeira o PROCON havia obrigado que a Claro tirasse o nome dele do SPC. Depois disso a Claro retirou e logo após, colocou o nome dele novamente. Ele foi a ANATEL e a ANATEL obrigou novamente que a Claro retirasse o nome dele do SPC, mas logo após colocou o nome dele novamente. Daí ele veio me procurar para ajudar ele, pois só via o poder judiciário, como a única forma de ele ver o nome dele livre do SPC. Pois a Claro já estava o perseguindo e passando por cima das ordens expressas de todos os órgãos reguladores.

Então pedi a ele que averiguasse se não havia negativação por nenhuma outra conta. Depois levei ele, para comprar uma TV no crediário. E o cadastro no crediário foi negado pq o nome dele estava negativado. Depois disso eu tinha prova testemunhal e documental (a declaração de inadimplemento e recusa do crediário da loja), que ele havia sido cessado de sua livre liberdade de compra indevidamente, pois seu nome não devia estar negativado, e que por conta disso, havia sido constrangido ao ponto em que se via obrigado a reivindicar, além da indenização por danos materiais, uma indenização por danos morais, por conta de todo constrangimento. Dai eu auxiliei ele em tudo e pedimos uma indenização de onze mil reais por danos materiais e morais. Depois de onze meses o juiz da vara cível especial, sentenciou a Claro ao pagamento de duas indenizações no valor de 9.000 reais as duas. O que pesou contra eles, foi o total desrespeito a dignidade humana, e mais ainda, o total desrespeito aos órgãos reguladores.

Enfim, aqui no Piauí os juizados especiais até que são ágeis, mas não conheço a realidade em seu Estado. Como o amigo acima descreveu no juizados cíveis especiais o juiz, não poderá de ofício requisitar, perícias técnicas. O que eu não vejo muita necessidade. Já que eles poderiam e vão com toda razão alegar a inidoneidade das prova pericial. Já que ela ficou em suas mãos e sofreu as intempéries da natureza. Neste caso o melhor a ser feito ainda é o acordo. Mas se em último caso. Atente "em ultimo caso" isso não funcionar, vá você e mais duas pessoas tentar o acordo, assim essas duas pessoas servirão de provas testemunhais de que você tentou fazer o acordo, e a outra parte não poderá alegar litigância de má fé de sua parte, (o que quase sempre ocorre). Lembrando que o juizado cível especial não serve apenas para para fazer valer o poder jurisdicional. Nele, ainda nas fases introdutórias da ação vc poderá tentar judicialmente uma conciliação. Na primeira audiência, o juíz tentará, ou pelo menos deverá tentar fazer, uma conciliação entre as partes. Assim vc pode driblar a possível morosidade do juizado cível especial de seu Estado e tentar uma conciliação judicial, o que é muito mais fácil e rápido e vinculará entre as partes como uma sentença judicial.

Desculpe, mas devo perguntar. Qual é sua moto ? Lembrando que 20 salários mínimos vigentes hoje, valem 13.560 reais e 40 salários mínimos valem, 27.120 reais.

Abraços.


Ótima resposta!
Muito obrigado!

Direito é um curso muito bom, será minha segunda graduação.

Minha moto é uma Intruder 125. A quando os fatos ocorreram, a minha moto tinha 927 kms (muito nova).

Eu vou pedir o valor de 20 salários, e posso ir negociando até o valor de uma nova.

o que acha?

fibeloko
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 20/05/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por Kallébe Sab 01 Jun 2013, 14:49

Assim, Fibeloko...
Eu queria poder chegar aqui e te trazer ótimas notícias. Mas acredito que o dever daquele que presta assessoria, é alertar a todo momento dos riscos de uma ação.
No Direito, tudo depende, tudo é relativo, vc não pode tratar nada como algo absoluto. Cada caso, é um caso. Apesar de a CC ter a responsabilidade de guardar a sua moto e entregá-la exatamente como vc a deixou, lá. E que isso jamais será negado por um juiz de direito, a aplicação do Direito ao caso concreto, tem que ser feita, seguindo princípios de sua razoável aplicação e moderação.

Depende de quais foram os danos causados em sua moto. Foram muito extensos? Deu perda total do veículo? Ou ao mínimo foram razoavelmente grandes? Se sim, ótimo. Mas se foram pequenos danos, então tome cuidado. Em cabeça de Juiz, ninguém sabe o que se passa. Se os danos forem mínimos, ele apenas pode apenar a CC, na reparação dos danos. E aí vc até pode ter êxito, mas menor do que o q vc imagina.

Por isso, sempre te aconselhei, desde o primeiro POST, a procurar um acordo junto a CC e resolver isso por lá mesmo (e leve duas testemunhas consigo, para provar, que tentou um acordo). Se, E APENAS SE, isso não for resolvido lá, vc deve procurar amparo no poder judiciário.

Vc tem algum documento, como perecer de algum agente de trânsito que afirme que vc acidentou-se, e que contenha os dados do acidente ? Não digo de Boletim de ocorrência, pois não houve crime, e sim de um simples parecer, de algum agente de trânsito.

Tire todas as fotos possíveis dos danos causados a motocicleta. Isso é, se eles forem grandes, assim como eu falei. Procure a autorizada mais careira da sua região e peça o orçamento das peças originais novas. E tente fazer com que esse orçamento chegue a no mínimo, 40% do valor da moto.

Vc se feriu muito? Guarde também, atestados e receitas médicas que comprovem as lesões causadas no acidente e os gastos médicos que vc teve com ele.

Depois, pegue todas as informações possíveis da CC que acabou por provocar seu acidente, o máximo de informações possíveis, tais como endereço, CNPJ, nome da pessoa responsável por ela. Na nota de entrada da motocicleta, quem lhe atendeu... E etc... Vá preparado e munido de tudo que há em seu favor.

Assim, vc poderá requerer, (se o orçamento passar dos 40% do valor da motocicleta), junto ao juizado especial, uma indenização que cumulará no valor da motocicleta, mais os danos materiais causados a partir do seu tratamento, mais uma indenização por danos morais. Te aconselho a pleitear uma indenização em que o montante, seja ao máximo de 12.000 reais e depois negociar, como vc falou. E tente, sempre ao máximo, optar por um acordo judicial. Assim vc dribla a morosidade do Juizado Especial Cível de seu Estado. E de quebra consegue um acordo judicial que te traga mais vantagens.

Quando for, ao juizado especial cível, peça a impetração de petição oral por acionamento de jurisdição. Lá você será sempre informado, dos dias de audiências e de como deve agir.

Mas como eu te disse. Tudo na vida é uma caixinha de surpresas e o poder judiciário, é uma bem grande. Se você fizer tudo certinho, como falei e estiver munido das provas, a probabilidade de ter sucesso é grande. Mas ainda sim, continua sendo uma caixinha de surpresas e como tal tudo pode acontecer. Por isso, aconselho que opte pelo diálogo com a Autorizada.

Abraços.

Kallébe
Participante
Participante

Masculino
Idade : 29
Data de inscrição : 22/05/2011

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por fibeloko Sab 01 Jun 2013, 18:09

Kallébe escreveu:Assim, Fibeloko...
Eu queria poder chegar aqui e te trazer ótimas notícias. Mas acredito que o dever daquele que presta assessoria, é alertar a todo momento dos riscos de uma ação.
No Direito, tudo depende, tudo é relativo, vc não pode tratar nada como algo absoluto. Cada caso, é um caso. Apesar de a CC ter a responsabilidade de guardar a sua moto e entregá-la exatamente como vc a deixou, lá. E que isso jamais será negado por um juiz de direito, a aplicação do Direito ao caso concreto, tem que ser feita, seguindo princípios de sua razoável aplicação e moderação.

Depende de quais foram os danos causados em sua moto. Foram muito extensos? Deu perda total do veículo? Ou ao mínimo foram razoavelmente grandes? Se sim, ótimo. Mas se foram pequenos danos, então tome cuidado. Em cabeça de Juiz, ninguém sabe o que se passa. Se os danos forem mínimos, ele apenas pode apenar a CC, na reparação dos danos. E aí vc até pode ter êxito, mas menor do que o q vc imagina.

Por isso, sempre te aconselhei, desde o primeiro POST, a procurar um acordo junto a CC e resolver isso por lá mesmo (e leve duas testemunhas consigo, para provar, que tentou um acordo). Se, E APENAS SE, isso não for resolvido lá, vc deve procurar amparo no poder judiciário.

Vc tem algum documento, como perecer de algum agente de trânsito que afirme que vc acidentou-se, e que contenha os dados do acidente ? Não digo de Boletim de ocorrência, pois não houve crime, e sim de um simples parecer, de algum agente de trânsito.

Tire todas as fotos possíveis dos danos causados a motocicleta. Isso é, se eles forem grandes, assim como eu falei. Procure a autorizada mais careira da sua região e peça o orçamento das peças originais novas. E tente fazer com que esse orçamento chegue a no mínimo, 40% do valor da moto.

Vc se feriu muito? Guarde também, atestados e receitas médicas que comprovem as lesões causadas no acidente e os gastos médicos que vc teve com ele.

Depois, pegue todas as informações possíveis da CC que acabou por provocar seu acidente, o máximo de informações possíveis, tais como endereço, CNPJ, nome da pessoa responsável por ela. Na nota de entrada da motocicleta, quem lhe atendeu... E etc... Vá preparado e munido de tudo que há em seu favor.

Assim, vc poderá requerer, (se o orçamento passar dos 40% do valor da motocicleta), junto ao juizado especial, uma indenização que cumulará no valor da motocicleta, mais os danos materiais causados a partir do seu tratamento, mais uma indenização por danos morais. Te aconselho a pleitear uma indenização em que o montante, seja ao máximo de 12.000 reais e depois negociar, como vc falou. E tente, sempre ao máximo, optar por um acordo judicial. Assim vc dribla a morosidade do Juizado Especial Cível de seu Estado. E de quebra consegue um acordo judicial que te traga mais vantagens.

Quando for, ao juizado especial cível, peça a impetração de petição oral por acionamento de jurisdição. Lá você será sempre informado, dos dias de audiências e de como deve agir.

Mas como eu te disse. Tudo na vida é uma caixinha de surpresas e o poder judiciário, é uma bem grande. Se você fizer tudo certinho, como falei e estiver munido das provas, a probabilidade de ter sucesso é grande. Mas ainda sim, continua sendo uma caixinha de surpresas e como tal tudo pode acontecer. Por isso, aconselho que opte pelo diálogo com a Autorizada.

Abraços.


Kallébe,

Muito obrigado por sua resposta!

Eu estou indo por esse caminho que você orientou.

Já levei três vezes a moto para eles terminarem o polimento, tive que voltar pois o polimento foi incompleto, ou danificaram partes. Da ultima vez que retirei a moto, pedi as notas fiscais destes serviços, pois é o único modo de requerer a garantia. Mas o gerente se negou a entregar as notas, inclusive das peças que ele mesmo estragou e trocou.

Por sorte, todas as vezes que fui até a oficina eu estava acompanhado de duas pessoas! Cool

Além disso, fiz algumas (muitas) reclamações, tentei contato com o SAC e nada aconteceu, só recebi respostas automáticas, e uma delas me chocou: (Sr. Filipe desculpe pelo ocorrido, vamos orientar a oficina para que este problema não acontece com outros clientes).

O gerente da oficina me enviou um e-mail (um tanto quanto ácido) dizendo para eu parar de procurar a fábrica para estes problemas, pois eu estava errado e este problema foi invenção da minha cabeça.

Eu vejo dois problemas nos quais posse me basear.
O problema na pintura, que atingi a moto toda, não parece tão grave, mas tenho personalidade forte, escolhi a intruder como primeira moto devido seus cromos e sua beleza. Sou perfeccionista, minha moto tinha 927km e nenhum risco. Quando vou retirar ela, aparece toda riscada e até com bolhas na pintura.

Eu poderia, neste caso, me basear nos danos da pintura, que para mim, são irreparáveis.
Considerando que afetou a moto toda, inclusive as mangueiras. O polimento geral melhora, mas além de comer um pouco do verniz, ainda existem alguns riscos ali.

O outro problema e o mais grave, foi o freio.

Pois como a moto foi polida por três vezes, alguma coisa ali atingiu o freio. Não sei se foi óleo dísel, cera, removedor ou outra coisa.
Mas eu sei que a roda da frente não parou, depois da primeira queda, levei para a oficina para verificarem o freio, o gerente todo alterado disse que ele não tinha culpa, mas insisti e ele disse que iria verificar apenas para confirmar o que ele disse. No dia seguinte retirei a moto e ele não disse nada sobre os freios.

No mesmo dia, eu cai da moto, na mesma situação, igual.

Inclusive, já estou munido das fotos. Ambas as quedas foram de lado, e na mesma altura, uma da direita e outra da esquerda.

Posso até postar as fotos de for se seu interesse, mas todos os danos estão na mesma altura, um em casa lado.

Partes afetadas: Painel, farol, espelhos e setas.

Chega a ser engraçado, pois os riscos são até simétricos!

Bom, resumindo:

Tenho mais de 20 fotos dos danos, tenho e-mails trocados com o gerente, tenho as testemunhas, tenho dois problemas para resolver com eles e também tenho o CNPJ, pois eu já usei a oficina antes e tenho algumas notas deles.

Quando cai, estava perto da casa e voltei para casa rapidamente, mas isso poderia ter acontecido em outro lugar.
Eu estava na segunda marcha, mas e se estivesse na quinta?

Eu vou procurar um orçamento de outra oficina e vou pedir um laudo também!

Acredito que consegui reunir provas suficientes, tenho até casos de pessoas que acontecerem coisas semelhantes pela mesma situação nos freios.

O que não tenho são dados médicos, não me machuquei muito, mas tenho fotos dos arranhões.

Senhor, muito obrigado novamente pela ajuda, desculpe a péssima escrita.

Se tiver algo a complementar terei prazer em ler!

Muito obrigado!

Abraços

fibeloko
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 20/05/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por Kallébe Dom 02 Jun 2013, 00:36

Amigo Fibeloko. (Qual é seu nome mesmo ??? KKKKKKKKKKK), vc não precisa me agradecer por nada. Nada mesmo. Amo o Direito e faço sempre o máximo possível, para ajudar aos amigos, me sinto gratificado, apenas em estar ajudando. Sem falar que me acrescenta como pessoa e me faz agregar mais conhecimentos da área jurídica que tanto AMO. Se eu morasse próximo a vc, pode ter certeza que eu faria questão de ajudá-lo pessoalmente.

E pode me chamar de cara, amigo, chegado, ou a gíria que vc conhecer aí... Menos de senhor, KKKKKKKKKKKKKkkkkkkkkkkk.

Voltando ao assunto.
Peço humildemente que vc, edite e retire o nome ou qualquer dado que haja, referente a autorizada em seus posts anteriores. É melhor assim, tudo bem ?
Percebo pelo seu depoimento o zelo que tem por sua motocicleta e o quanto se sente frustado pelo dano ocasionado pela autorizada. É realmente muito triste e lamento muito, sou motociclista desde que me entendo por gente, e sei o que é o zelo e o amor pelas duas rodas.

Desde o princípio venho tentado lhe ajudar, prestando informações, de uma forma mais genérica e abstrata, até porque não achava que fosse necessário entrar em detalhes e também por achar que facilitaria a sua compreensão.

Mas haja visto, o rumo dos fatos, vejo que se faz necessário, eu lhe prestar auxílio de uma forma mais profunda e específica. De início, quero que imprima, (pode ler pela internet, mais seria bom, posteriormente vc imprimir, daqui a pouco te digo o porque), em seu computador, o Código de Defesa do Consumidor. E peço que vc acompanhe a minha linha de raciocínio através dele.

Qualquer empresa, seja ela fornecedora de produtos, prestadora de serviços (o que se encaixa na descrição). Deve, sem necessidade de solicitação, entregar ao consumidor a nota fiscal, do serviço prestado ou um documento equivalente. E a não entrega desta nota fiscal ou documento equivalente, figura como crime, previsto na Lei n.8.137, de 27 de janeiro de 1990. Em seu artigo 1°, inciso V. E tem pena prevista de dois a cinco anos e multa. (É legislação complementar, não está no CDC, pesquise sobre a Lei na internet).

Leve isso a ciência da autorizada, e reivindique seu direito, peça as notas ficais, ou documentos equivalentes, das peças trocadas, bem como do serviço prestado, como todas as características do serviço, descritas na nota, principalmente o valor de tudo.

Se mesmo assim, eles não fornecerem as notas ficais. (APENAS EM ÚLTIMO CASO), Vá a uma delegacia de polícia e dê ciência a autoridade policial, de que seu direito está sendo infringido e de que um crime do rol dos crimes contra a Ordem Tributária, está sendo cometido. Eles deverão fazer algo, no mínimo, ir a autorizada, requisitar o cumprimento da emissão da nota fiscal. Só aí, pode ter certeza, os responsáveis pela autorizada, saberão que você não está de brincadeira e está devidamente munido de amparo legal, reinvidicando seus direitos.

E se a autoridade policial, investido na figura do Delegado de Polícia Judiciária, nada fizer a despeito do cumprimento do estrito dever legal, ele estará incorrendo no crime de Prevaricação, previsto no Art. 319 do Código Penal.

Já que seu descontentamento é tamanho com o ocorrido, que lhe fez perder o prazer de pilotar sua motocicleta. E quer reivindicar o valor de uma nova, junto ao poder judiciário, eu lhe mostrarei exatamente os Artigos do Código de Defesa do consumidor, que lhe dão amparo legal, para tal feito, mas quero que você no ato de tentar o acordo dê ciência aos responsáveis da autorizada, para que eles saibam que vc está munido de seus direitos e pode reivindicá-los judicialmente, caso não haja outro modo.

Sendo assim, ao chegar a autorizada, peça a eles para que você possa ler, o Código de Defesa do Consumidor, que por força de lei, eles devem possuir no estabelecimento. E se eles não possuírem, você estará com o seu CDC, posteriormente impresso.

Leia inicialmente o Art. 3°, parágrafo segundo. Depois o Art. 6°, inciso I. Só para lhe dar ideia sobre o que é a prestação de serviço e quais são seus direitos básicos. Logo em seguida, leia o Art. 14, parágrafo primeiro, e todo o Art. 20 e Art.21 do referido Código.

Depois leia todo o Art. 25, todo o Art. 26, lembrando que decadência é a nada mais que a perda ao direito por decorrência da inércia, através do decorrer do tempo, de provocar a tutela jurisdicional, no seu caso, para a reparação dos danos.

Agora, vamos as infrações penais, PROVAVELMENTE COMETIDAS, (como operador de direito eu não posso e jamais poderia afirmar categoricamente), por eles, descritas ainda no CDC.

Art.63, (E, se eles tiverem utilizado peças usadas e por isso não quiserem entregar a nota fiscal), leia o Art. 70. E ao caso de mais de uma pessoa responsável, dentro do estabelecimento, pelo delito penal, leia o Art. 75.

Em razão, de o gerente da autorizada lhe enviar um email de forma bastante rude e fugaz, você pode utilizar os artigos, (nesta mesma ordem), Atente muito bem para o Art. 39, principalmente o inciso VII do referido artigo, bem como os Art. 83 e Art. 81, caput.

Isso falando apenas daquela primeira lei a despeito do crime contra a Ordem Tributária. E dos artigos que citei, a partir do Código de Defesa do Consumidor. Eu poderia me prolongar muito mais e fazer um ótimo uso do Código Civil, para o caso. Mas deixaremos isso apenas para o caso de você se ver realmente obrigado a recorrer ao Juizado Especial Cível. Tente parecer calmo, sensato, mas ao mesmo tempo, confiante de seus direitos e confiante mais ainda, das medidas que podem ser tomadas, para garantir que seus direitos sejam preservados.

Uma ótima noite e Abraços.


Kallébe
Participante
Participante

Masculino
Idade : 29
Data de inscrição : 22/05/2011

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por fibeloko Dom 02 Jun 2013, 02:23

Kallébe escreveu:Amigo Fibeloko. (Qual é seu nome mesmo ??? KKKKKKKKKKK), vc não precisa me agradecer por nada. Nada mesmo. Amo o Direito e faço sempre o máximo possível, para ajudar aos amigos, me sinto gratificado, apenas em estar ajudando. Sem falar que me acrescenta como pessoa e me faz agregar mais conhecimentos da área jurídica que tanto AMO. Se eu morasse próximo a vc, pode ter certeza que eu faria questão de ajudá-lo pessoalmente.

E pode me chamar de cara, amigo, chegado, ou a gíria que vc conhecer aí... Menos de senhor, KKKKKKKKKKKKKkkkkkkkkkkk.

Voltando ao assunto.
Peço humildemente que vc, edite e retire o nome ou qualquer dado que haja, referente a autorizada em seus posts anteriores. É melhor assim, tudo bem ?
Percebo pelo seu depoimento o zelo que tem por sua motocicleta e o quanto se sente frustado pelo dano ocasionado pela autorizada. É realmente muito triste e lamento muito, sou motociclista desde que me entendo por gente, e sei o que é o zelo e o amor pelas duas rodas.

Desde o princípio venho tentado lhe ajudar, prestando informações, de uma forma mais genérica e abstrata, até porque não achava que fosse necessário entrar em detalhes e também por achar que facilitaria a sua compreensão.

Mas haja visto, o rumo dos fatos, vejo que se faz necessário, eu lhe prestar auxílio de uma forma mais profunda e específica. De início, quero que imprima, (pode ler pela internet, mais seria bom, posteriormente vc imprimir, daqui a pouco te digo o porque), em seu computador, o Código de Defesa do Consumidor. E peço que vc acompanhe a minha linha de raciocínio através dele.

Qualquer empresa, seja ela fornecedora de produtos, prestadora de serviços (o que se encaixa na descrição). Deve, sem necessidade de solicitação, entregar ao consumidor a nota fiscal, do serviço prestado ou um documento equivalente. E a não entrega desta nota fiscal ou documento equivalente, figura como crime, previsto na Lei n.8.137, de 27 de janeiro de 1990. Em seu artigo 1°, inciso V. E tem pena prevista de dois a cinco anos e multa. (É legislação complementar, não está no CDC, pesquise sobre a Lei na internet).

Leve isso a ciência da autorizada, e reivindique seu direito, peça as notas ficais, ou documentos equivalentes, das peças trocadas, bem como do serviço prestado, como todas as características do serviço, descritas na nota, principalmente o valor de tudo.

Se mesmo assim, eles não fornecerem as notas ficais. (APENAS EM ÚLTIMO CASO), Vá a uma delegacia de polícia e dê ciência a autoridade policial, de que seu direito está sendo infringido e de que um crime do rol dos crimes contra a Ordem Tributária, está sendo cometido. Eles deverão fazer algo, no mínimo, ir a autorizada, requisitar o cumprimento da emissão da nota fiscal. Só aí, pode ter certeza, os responsáveis pela autorizada, saberão que você não está de brincadeira e está devidamente munido de amparo legal, reinvidicando seus direitos.

E se a autoridade policial, investido na figura do Delegado de Polícia Judiciária, nada fizer a despeito do cumprimento do estrito dever legal, ele estará incorrendo no crime de Prevaricação, previsto no Art. 319 do Código Penal.

Já que seu descontentamento é tamanho com o ocorrido, que lhe fez perder o prazer de pilotar sua motocicleta. E quer reivindicar o valor de uma nova, junto ao poder judiciário, eu lhe mostrarei exatamente os Artigos do Código de Defesa do consumidor, que lhe dão amparo legal, para tal feito, mas quero que você no ato de tentar o acordo dê ciência aos responsáveis da autorizada, para que eles saibam que vc está munido de seus direitos e pode reivindicá-los judicialmente, caso não haja outro modo.

Sendo assim, ao chegar a autorizada, peça a eles para que você possa ler, o Código de Defesa do Consumidor, que por força de lei, eles devem possuir no estabelecimento. E se eles não possuírem, você estará com o seu CDC, posteriormente impresso.

Leia inicialmente o Art. 3°, parágrafo segundo. Depois o Art. 6°, inciso I. Só para lhe dar ideia sobre o que é a prestação de serviço e quais são seus direitos básicos. Logo em seguida, leia o Art. 14, parágrafo primeiro, e todo o Art. 20 e Art.21 do referido Código.

Depois leia todo o Art. 25, todo o Art. 26, lembrando que decadência é a nada mais que a perda ao direito por decorrência da inércia, através do decorrer do tempo, de provocar a tutela jurisdicional, no seu caso, para a reparação dos danos.

Agora, vamos as infrações penais, PROVAVELMENTE COMETIDAS, (como operador de direito eu não posso e jamais poderia afirmar categoricamente), por eles, descritas ainda no CDC.

Art.63, (E, se eles tiverem utilizado peças usadas e por isso não quiserem entregar a nota fiscal), leia o Art. 70. E ao caso de mais de uma pessoa responsável, dentro do estabelecimento, pelo delito penal, leia o Art. 75.

Em razão, de o gerente da autorizada lhe enviar um email de forma bastante rude e fugaz, você pode utilizar os artigos, (nesta mesma ordem), Atente muito bem para o Art. 39, principalmente o inciso VII do referido artigo, bem como os Art. 83 e Art. 81, caput.

Isso falando apenas daquela primeira lei a despeito do crime contra a Ordem Tributária. E dos artigos que citei, a partir do Código de Defesa do Consumidor. Eu poderia me prolongar muito mais e fazer um ótimo uso do Código Civil, para o caso. Mas deixaremos isso apenas para o caso de você se ver realmente obrigado a recorrer ao Juizado Especial Cível. Tente parecer calmo, sensato, mas ao mesmo tempo, confiante de seus direitos e confiante mais ainda, das medidas que podem ser tomadas, para garantir que seus direitos sejam preservados.

Uma ótima noite e Abraços.


Obrigado meu caro!

Meu nome é Filipe!

É muito bom falar com você, tem um modo muito bom de explicar.

Eu ando com o CDC na mochila!

Estou cursando Administração de Empresas, mas as aulas que eu mais gostei foram as de direito.

Obrigado por me orientar quanto as notas, eu vou seguir deste modo, vou até uma delegacia, assim com o boletim eu posso novamente tentar um acordo com a oficina.
Acredito que quando perceberem melhor minha seriedade vão aliviar um pouco, mas não quero que arrumem a moto, deles eu quero no mínimo, uma nova mais os gastos que tive com o tempo que a minha está parada.

Eu procurei na sexta o juizado, mas estava fechado...

Mais uma vez agradeço pela ótima orientação!

Você como motociclista deve saber o quanto sou zeloso por minha moto!

Valeu pelas dicas! Vou realizar estes procedimentos quanto as notas, pois só assim posso requerer a garantia!

Abraços!

fibeloko
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 20/05/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por A.Neto Dom 02 Jun 2013, 18:49

fibeloko escreveu:
Parada escreveu:amigo, se borrifaram oleo no seu freio, realmente demora um pouco pra limpar tudo.....uma pergunta, quando vc falou que descobriu da pior maneira, vc caiu com a moto???

Abs

Foi exatamente isso, precisei dar uma freada mais forte e apertei o freio de trás e o da frente ao mesmo tempo, não estava rápido, segunda marcha.
A roda de trás travou e a da frente continuou rodando.
Cai de lado.

Se fosse minha moto já queimava a concessionária sem dó judicialmente e no fórum. Num ficava com essa de não postar o nome, uma vêz que alguém daqui pode parar a moto com estes incopetentes.

Se vc tiver todas as reclamações registradas e conseguir provar que teve problemas da queda no freio por causa deles vc pode vir a ganhar, caso contrário o resultado já sabe.



A.Neto
A.Neto
Participante
Participante

Masculino
Idade : 35
Data de inscrição : 14/08/2012

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por Kallébe Dom 02 Jun 2013, 20:10

A.Neto escreveu:
fibeloko escreveu:
Parada escreveu:amigo, se borrifaram oleo no seu freio, realmente demora um pouco pra limpar tudo.....uma pergunta, quando vc falou que descobriu da pior maneira, vc caiu com a moto???

Abs

Foi exatamente isso, precisei dar uma freada mais forte e apertei o freio de trás e o da frente ao mesmo tempo, não estava rápido, segunda marcha.
A roda de trás travou e a da frente continuou rodando.
Cai de lado.

Se fosse minha moto já queimava a concessionária sem dó judicialmente e no fórum. Num ficava com essa de não postar o nome, uma vêz que alguém daqui pode parar a moto com estes incopetentes.

Se vc tiver todas as reclamações registradas e conseguir provar que teve problemas da queda no freio por causa deles vc pode vir a ganhar, caso contrário o resultado já sabe.




Olá, A Neto. É realmente, super chato a pessoa ter uma moto novinha, ter o maior zelo por ela e deixa-la para um conserto, e simplesmente a autorizada tratar com esse descaso. Mas eu só falei em retirar o nome, porque eu citei de forma clara, infrações penais possivelmente cometidas por essa autorizada. Aí já viu né... Fica um tanto complicado para mim, se o nome da autorizada estiver bem exposto no mesmo tópico. Mas fica a critério do Felipe, ele pode deletar esse meu último post e postar o nome da autorizada, relatando todo o ocorrido, tranquilamente. Ele pode também, ir a sites de reclamações on line e divulgar o ocorrido. Seria uma boa e ajudaria muito para que outros usuários não façam uso dos serviços desta autorizada.

Abraços.

Kallébe
Participante
Participante

Masculino
Idade : 29
Data de inscrição : 22/05/2011

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por fibeloko Dom 02 Jun 2013, 20:15

A.Neto escreveu:
fibeloko escreveu:
Parada escreveu:amigo, se borrifaram oleo no seu freio, realmente demora um pouco pra limpar tudo.....uma pergunta, quando vc falou que descobriu da pior maneira, vc caiu com a moto???

Abs

Foi exatamente isso, precisei dar uma freada mais forte e apertei o freio de trás e o da frente ao mesmo tempo, não estava rápido, segunda marcha.
A roda de trás travou e a da frente continuou rodando.
Cai de lado.

Se fosse minha moto já queimava a concessionária sem dó judicialmente e no fórum. Num ficava com essa de não postar o nome, uma vêz que alguém daqui pode parar a moto com estes incopetentes.

Se vc tiver todas as reclamações registradas e conseguir provar que teve problemas da queda no freio por causa deles vc pode vir a ganhar, caso contrário o resultado já sabe.




Se eu pudesse fazer a justiça como eu acredito que seja a melhor maneira, as coisas seriam bem menos complicadas, mas eu posto o nome depois que tudo resolver.

fibeloko
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 20/05/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por fibeloko Dom 02 Jun 2013, 20:17

Kallébe escreveu:
A.Neto escreveu:
fibeloko escreveu:
Parada escreveu:amigo, se borrifaram oleo no seu freio, realmente demora um pouco pra limpar tudo.....uma pergunta, quando vc falou que descobriu da pior maneira, vc caiu com a moto???

Abs

Foi exatamente isso, precisei dar uma freada mais forte e apertei o freio de trás e o da frente ao mesmo tempo, não estava rápido, segunda marcha.
A roda de trás travou e a da frente continuou rodando.
Cai de lado.

Se fosse minha moto já queimava a concessionária sem dó judicialmente e no fórum. Num ficava com essa de não postar o nome, uma vêz que alguém daqui pode parar a moto com estes incopetentes.

Se vc tiver todas as reclamações registradas e conseguir provar que teve problemas da queda no freio por causa deles vc pode vir a ganhar, caso contrário o resultado já sabe.




Olá, A Neto. É realmente, super chato a pessoa ter uma moto novinha, ter o maior zelo por ela e deixa-la para um conserto, e simplesmente a autorizada tratar com esse descaso. Mas eu só falei em retirar o nome, porque eu citei de forma clara, infrações penais possivelmente cometidas por essa autorizada. Aí já viu né... Fica um tanto complicado para mim, se o nome da autorizada estiver bem exposto no mesmo tópico. Mas fica a critério do Felipe, ele pode deletar esse meu último post e postar o nome da autorizada, relatando todo o ocorrido, tranquilamente. Ele pode também, ir a sites de reclamações on line e divulgar o ocorrido. Seria uma boa e ajudaria muito para que outros usuários não façam uso dos serviços desta autorizada.

Abraços.

Eu tenho intenção sim!

Eu vou publicar no nome, até farei um novo tópico, mas antes é melhor as coisas se resolverem.

Sua ajuda foi muito importante!

fibeloko
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 20/05/2013

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por Kallébe Dom 02 Jun 2013, 20:36

[/quote]
Obrigado meu caro!

Meu nome é Filipe!

É muito bom falar com você, tem um modo muito bom de explicar.

Eu ando com o CDC na mochila!

Estou cursando Administração de Empresas, mas as aulas que eu mais gostei foram as de direito.

Obrigado por me orientar quanto as notas, eu vou seguir deste modo, vou até uma delegacia, assim com o boletim eu posso novamente tentar um acordo com a oficina.
Acredito que quando perceberem melhor minha seriedade vão aliviar um pouco, mas não quero que arrumem a moto, deles eu quero no mínimo, uma nova mais os gastos que tive com o tempo que a minha está parada.

Eu procurei na sexta o juizado, mas estava fechado...

Mais uma vez agradeço pela ótima orientação!

Você como motociclista deve saber o quanto sou zeloso por minha moto!

Valeu pelas dicas! Vou realizar estes procedimentos quanto as notas, pois só assim posso requerer a garantia!

Abraços!
[/quote]


Olá, Felipe.

É um belo curso, o de Administração, sempre tive muita curiosidade por ele. Mas ainda não tive a oportunidade de cursá-lo. Fica melhor ainda, o fato de você já ter uma certa prática com o CDC. E você, está mais do que certo de reivindicar por seus direitos. O que essa autorizada fez com vc, (Ditado Piauiense), não se faz nem com um cachorro. E é ainda mais revoltante o descaso com que você é tratado pelos responsáveis por essa Autorizada. Sei o quanto é degradante estar reivindicando por direitos de forma íntegra e correta e ter os mesmos usurpados por pessoas que não agem com a mesma integridade. É como lutar por algo seu que os outros querem qualquer custo tomá-lo. Em respeito as notas, quando vc chegar lá com o Boletim de ocorrência em mãos, eles irão perceber que você não está de brincadeira e te tratarão ao mínimo com mais decência. Verifique ao sair da delegacia, se o documento, se trata realmente de um boletim de ocorrência, já vi delegados, muito mal instruídos ou intencionados, entregar apenas termos circunstanciados de ocorrência, ao invés do boletim de ocorrência, algo que nem é concebível no Direito, mas que no mundo real acabam por ocorrer.
Vou te dar uma dica, quando for ao juizado especial, procure ir sempre as primeiras horas da manhã, assim que ele abrir, verá que será muito melhor.

Boa sorte nesta empreitada. E saiba, que sempre que precisar, eu estarei aqui. É só me mandar um MP.

Abraços.

Kallébe
Participante
Participante

Masculino
Idade : 29
Data de inscrição : 22/05/2011

Ir para o topo Ir para baixo

Mensagem Re: Autorizada Suzuki me lascou!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo

- Tópicos similares

 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos