Suzuki Online
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por lequirino Qui 04 Out 2012, 21:23

Gente! Nossa amada Petrobrás quer passar para 25% o álcool na gasolina. Quem sabe responder quais os danos que podem sofrer nossas motocas com isso?
lequirino
lequirino
Participante
Participante

Masculino
Idade : 66
Data de inscrição : 09/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Padumi Sex 05 Out 2012, 07:25

Daqui a pouco vamos ser obrigados a usar "Podiumm", por falta de opção!

F#da.....
Padumi
Padumi
Participante
Participante

Masculino
Idade : 44
Data de inscrição : 30/09/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por x_x SRAD Sex 05 Out 2012, 09:26

Essa merda de alcool ta tão caro que ninguem quer comprar, agora esses fdp querem enfiar guela abaixo dos consumidores é uma putaria mesmo.

x_x SRAD
Participante
Participante

Masculino
Idade : 45
Data de inscrição : 11/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por JoHnny Sex 05 Out 2012, 10:50

O alcool é mais agressivo aos componetes do motor, mangueiras, borrachas de vedação, etc.
Como tem um poder calorífico maior que a gasolina a tendência, já que os motores a álcool tem compressão diferente do da gasolina, pelo que sei, é aumentar a cabonização no motor, ou seja, no longo prazo, acumulo de carvão nas sedes e cabeças de válvulas ou cabeças de pistões.

No extremo, acontece a batida de pino (que é a pré-detonação) do combustível antes da entrada nas camaras de combustão...

Resumindo: f... tudo!

_________________
JoHnny - João Carlos

jcarlosdelima@gmail.com

www.twitter.com/jcarlosdelima
-------------------------------------------------

Diga não a peças roubadas! O próximo a ser roubado pode ser você!

-------------------------------------------------
Atual: Triumph Thruxton 900 - 2014
Atual: Yamaha YZF-R1 50th WGP Edition - 2013


Ex: Kawasaki Z1000 - 2011
Ex: Triumph Daytona 675R - 2009
Ex: Suzuki Bandit 1200N - 2008
Ex: Suzuki Bandit 650N - 2006
Ex: Suzuki GS500E - 2004
Ex: Honda XLX250R - 1985

also...

Ex: Honda Nx4 Falcon - 2004
Ex: Yamaha Dragstar - 2003
Ex: Suzuki TL1000S - 1999
Ex: Suzuki GSXR 1000 - 2001
Ex: Suzuki GSXR 1300 Hayabusa - 2004
Ex: Suzuki GSXR 1000 - 2007
Ex: Suzuki GSXR 1350 Hayabusa - 2011
Atual: BMW S1000RR - 2015
Atual: Ducati Multistrada Pikes Peak - 2014
JoHnny
JoHnny
Participante
Participante

Masculino
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por barra Sex 05 Out 2012, 12:40

Padumi escreveu:Daqui a pouco vamos ser obrigados a usar "Podiumm", por falta de opção!

F#da.....

Padumi a Podium tbm entra no mesmo esquema, a % de álcool vale para todas as gasosas.

Antigamente já era na casa dos 25%, aí baixou por conta da baixa oferta de álcool, quando a oferta aumenta o governo vai lá e soca mais álcool na gasosa.

Hoje está em 20% mas já vi com 22% e 25%, fora a galera que adultera e mete álcool sem dó na gasosa, aqui em RP é comum isso.
barra
barra
Participante
Participante

Masculino
Idade : 44
Data de inscrição : 09/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Sérgio Santiago Sex 05 Out 2012, 13:41

JoHnny escreveu:
Como tem um poder calorífico maior que a gasolina a tendência, já que os motores a álcool tem compressão diferente do da gasolina, pelo que sei, é aumentar a cabonização no motor, ou seja, no longo prazo, acumulo de carvão nas sedes e cabeças de válvulas ou cabeças de pistões.

No extremo, acontece a batida de pino (que é a pré-detonação) do combustível antes da entrada nas camaras de combustão...

Resumindo: f... tudo!

O poder calorífico do álcool é MENOR que o da gasolina - daí o maior consumo - mas possui MENOR tendência a detonação que a gasolina, DIMINUINDO o fenômeno da pré-detonação e possibilitando o uso de motores com taxas de compressão maiores. Quanto a carbonisação, o álcool leva muita vantagem em relação a gasolina, basta ver a cor do óleo usado em um motor que consome álcool para se perceber isso, além dos índices de emissão de carbono (poluição) serem bem menores.
As desvantagens são: maior corrosão, por isso os materiais que entram em contato com o alccol tem que ser apropriados para isso (principalmente a bomba de gasolina) e o PREÇO, pois pagamos esses 25% de álcool que é mais barato como se fosse gasolina.
Sérgio Santiago
Sérgio Santiago
Participante
Participante

Masculino
Idade : 67
Data de inscrição : 20/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Minotauro1978 Sex 05 Out 2012, 14:49

Sérgio Santiago escreveu:
JoHnny escreveu:
Como tem um poder calorífico maior que a gasolina a tendência, já que os motores a álcool tem compressão diferente do da gasolina, pelo que sei, é aumentar a cabonização no motor, ou seja, no longo prazo, acumulo de carvão nas sedes e cabeças de válvulas ou cabeças de pistões.

No extremo, acontece a batida de pino (que é a pré-detonação) do combustível antes da entrada nas camaras de combustão...

Resumindo: f... tudo!

O poder calorífico do álcool é MENOR que o da gasolina - daí o maior consumo - mas possui MENOR tendência a detonação que a gasolina, DIMINUINDO o fenômeno da pré-detonação e possibilitando o uso de motores com taxas de compressão maiores. Quanto a carbonisação, o álcool leva muita vantagem em relação a gasolina, basta ver a cor do óleo usado em um motor que consome álcool para se perceber isso, além dos índices de emissão de carbono (poluição) serem bem menores.
As desvantagens são: maior corrosão, por isso os materiais que entram em contato com o alccol tem que ser apropriados para isso (principalmente a bomba de gasolina) e o PREÇO, pois pagamos esses 25% de álcool que é mais barato como se fosse gasolina.

Uma das desvantegens vai ser o perda de potência e torque! Ja que os motores a álcool tem mais taxa de compressão que os a gasolina!
Minotauro1978
Minotauro1978
Participante
Participante

Masculino
Idade : 43
Data de inscrição : 01/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Minotauro1978 Sex 05 Out 2012, 14:55

barra escreveu:
Padumi escreveu:Daqui a pouco vamos ser obrigados a usar "Podiumm", por falta de opção!

F#da.....

Padumi a Podium tbm entra no mesmo esquema, a % de álcool vale para todas as gasosas.

Antigamente já era na casa dos 25%, aí baixou por conta da baixa oferta de álcool, quando a oferta aumenta o governo vai lá e soca mais álcool na gasosa.

Hoje está em 20% mas já vi com 22% e 25%, fora a galera que adultera e mete álcool sem dó na gasosa, aqui em RP é comum isso.

Também achava que a pódium era pura, mas conversando com o dono de um posto aqui de Curitiba ele me informou que ela também leva a mistura de álcool na mesma proporção da gasolina comum, a vantagem é a octagem maior. Absurdo!!! As motos e carros importados são feitos para trabalhar com gasolina pura, não essa merda de "rabo de galo"(gasolina misturada com álcool) que nos vendem aqui!!!!
Minotauro1978
Minotauro1978
Participante
Participante

Masculino
Idade : 43
Data de inscrição : 01/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Sérgio Santiago Sex 05 Out 2012, 15:06

Minotauro1978 escreveu:
Sérgio Santiago escreveu:
JoHnny escreveu:
Como tem um poder calorífico maior que a gasolina a tendência, já que os motores a álcool tem compressão diferente do da gasolina, pelo que sei, é aumentar a cabonização no motor, ou seja, no longo prazo, acumulo de carvão nas sedes e cabeças de válvulas ou cabeças de pistões.

No extremo, acontece a batida de pino (que é a pré-detonação) do combustível antes da entrada nas camaras de combustão...

Resumindo: f... tudo!

O poder calorífico do álcool é MENOR que o da gasolina - daí o maior consumo - mas possui MENOR tendência a detonação que a gasolina, DIMINUINDO o fenômeno da pré-detonação e possibilitando o uso de motores com taxas de compressão maiores. Quanto a carbonisação, o álcool leva muita vantagem em relação a gasolina, basta ver a cor do óleo usado em um motor que consome álcool para se perceber isso, além dos índices de emissão de carbono (poluição) serem bem menores.
As desvantagens são: maior corrosão, por isso os materiais que entram em contato com o alccol tem que ser apropriados para isso (principalmente a bomba de gasolina) e o PREÇO, pois pagamos esses 25% de álcool que é mais barato como se fosse gasolina.

Uma das desvantegens vai ser o perda de potência e torque! Ja que os motores a álcool tem mais taxa de compressão que os a gasolina!

Os motores Flex, que são motores com taxas de compressão compatíveis com o uso de gasolina comum, quando consomem álcool tem em média um ganho de potência e torque na faixa de 3%, graças ao poder anti-detonante do álcool.
Sérgio Santiago
Sérgio Santiago
Participante
Participante

Masculino
Idade : 67
Data de inscrição : 20/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Padumi Sex 05 Out 2012, 15:21

Obrigado pelo esclarecimento, Barra. Pensei que "Podium" fosse gasolina pura!

:S
Padumi
Padumi
Participante
Participante

Masculino
Idade : 44
Data de inscrição : 30/09/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Sérgio Santiago Sex 05 Out 2012, 15:24

Gasolina pura só nos aeroclubes.
Sérgio Santiago
Sérgio Santiago
Participante
Participante

Masculino
Idade : 67
Data de inscrição : 20/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por eduardo.longo Sex 05 Out 2012, 15:34

Minotauro1978 escreveu:
Também achava que a pódium era pura, mas conversando com o dono de um posto aqui de Curitiba ele me informou que ela também leva a mistura de álcool na mesma proporção da gasolina comum, a vantagem é a octagem maior. Absurdo!!! As motos e carros importados são feitos para trabalhar com gasolina pura, não essa merda de "rabo de galo"(gasolina misturada com álcool) que nos vendem aqui!!!!

Errado.
Tanto na Europa quanto no Japão e nos EUA a gasolina tem álcool em proporções variadas, para regular a octanagem. Quanto mais álcool, maior a octanagem. O álcool hoje ocupa o lugar do "chumbo tetraetila", um composto químico extremamente tóxico e poluidor que era o regulador de octanagem no passado mas hoje está banido em todos os países minimamente civilizados.
eduardo.longo
eduardo.longo
Participante
Participante

Masculino
Idade : 67
Data de inscrição : 21/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por eduardo.longo Sex 05 Out 2012, 15:43

Sérgio Santiago escreveu:Gasolina pura só nos aeroclubes.

Verdade.
A gasolina verde (aeronáutica) é a única que ainda contém chumbo, mas na Europa, nos EUA e no Japão seu uso é proibido em automóveis e motocicletas. Acho que aqui também.
Ah! E os motores de nossas motos, assim como todos os motores, incluindo os motores Ferrari, Lamborghini, MV Agusta, etc. são configurados para o uso de gasolina "unleaded", ou seja, com álcool.
eduardo.longo
eduardo.longo
Participante
Participante

Masculino
Idade : 67
Data de inscrição : 21/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Sérgio Santiago Sex 05 Out 2012, 16:33

eduardo.longo escreveu:
Sérgio Santiago escreveu:Gasolina pura só nos aeroclubes.

Verdade.
A gasolina verde (aeronáutica) é a única que ainda contém chumbo, mas na Europa, nos EUA e no Japão seu uso é proibido em automóveis e motocicletas. Acho que aqui também.
Ah! E os motores de nossas motos, assim como todos os motores, incluindo os motores Ferrari, Lamborghini, MV Agusta, etc. são configurados para o uso de gasolina "unleaded", ou seja, com álcool.

O antidetonante chumbo tetraetila também está proibido no Brasil, e foi substituído por MTBE (éter metil-butil terciário) e etanol anidro. Na Europa o etanol ainda não é adicionado (o MTBE apesar de cancerígeno, é mais barato que o etanol, além da produção do etanol ser insuficiente).
Até onde eu sei 'gasolina unleaded' é gasolina sem chumbo, e não gasolina com etanol. Qualquer motor com catalizador no sistema de escapamento não pode usar gasolina 'leaded' (com chumbo) já que o catalizador seria inutilizado em pouquíssimo tempo.
Sérgio Santiago
Sérgio Santiago
Participante
Participante

Masculino
Idade : 67
Data de inscrição : 20/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Minotauro1978 Sex 05 Out 2012, 16:34

Sérgio Santiago escreveu:
Minotauro1978 escreveu:
Sérgio Santiago escreveu:
JoHnny escreveu:
Como tem um poder calorífico maior que a gasolina a tendência, já que os motores a álcool tem compressão diferente do da gasolina, pelo que sei, é aumentar a cabonização no motor, ou seja, no longo prazo, acumulo de carvão nas sedes e cabeças de válvulas ou cabeças de pistões.

No extremo, acontece a batida de pino (que é a pré-detonação) do combustível antes da entrada nas camaras de combustão...

Resumindo: f... tudo!

O poder calorífico do álcool é MENOR que o da gasolina - daí o maior consumo - mas possui MENOR tendência a detonação que a gasolina, DIMINUINDO o fenômeno da pré-detonação e possibilitando o uso de motores com taxas de compressão maiores. Quanto a carbonisação, o álcool leva muita vantagem em relação a gasolina, basta ver a cor do óleo usado em um motor que consome álcool para se perceber isso, além dos índices de emissão de carbono (poluição) serem bem menores.
As desvantagens são: maior corrosão, por isso os materiais que entram em contato com o alccol tem que ser apropriados para isso (principalmente a bomba de gasolina) e o PREÇO, pois pagamos esses 25% de álcool que é mais barato como se fosse gasolina.

Uma das desvantegens vai ser o perda de potência e torque! Ja que os motores a álcool tem mais taxa de compressão que os a gasolina!

Os motores Flex, que são motores com taxas de compressão compatíveis com o uso de gasolina comum, quando consomem álcool tem em média um ganho de potência e torque na faixa de 3%, graças ao poder anti-detonante do álcool.

Graças a eletronica que adianta o ponto quando se abastece com álcool. Ja nas SS, que não são flex, o desempenho piora!
Minotauro1978
Minotauro1978
Participante
Participante

Masculino
Idade : 43
Data de inscrição : 01/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Sérgio Santiago Sex 05 Out 2012, 16:40

Minotauro1978 escreveu:
Sérgio Santiago escreveu:
Minotauro1978 escreveu:
Sérgio Santiago escreveu:
JoHnny escreveu:
Como tem um poder calorífico maior que a gasolina a tendência, já que os motores a álcool tem compressão diferente do da gasolina, pelo que sei, é aumentar a cabonização no motor, ou seja, no longo prazo, acumulo de carvão nas sedes e cabeças de válvulas ou cabeças de pistões.

No extremo, acontece a batida de pino (que é a pré-detonação) do combustível antes da entrada nas camaras de combustão...

Resumindo: f... tudo!

O poder calorífico do álcool é MENOR que o da gasolina - daí o maior consumo - mas possui MENOR tendência a detonação que a gasolina, DIMINUINDO o fenômeno da pré-detonação e possibilitando o uso de motores com taxas de compressão maiores. Quanto a carbonisação, o álcool leva muita vantagem em relação a gasolina, basta ver a cor do óleo usado em um motor que consome álcool para se perceber isso, além dos índices de emissão de carbono (poluição) serem bem menores.
As desvantagens são: maior corrosão, por isso os materiais que entram em contato com o alccol tem que ser apropriados para isso (principalmente a bomba de gasolina) e o PREÇO, pois pagamos esses 25% de álcool que é mais barato como se fosse gasolina.

Uma das desvantegens vai ser o perda de potência e torque! Ja que os motores a álcool tem mais taxa de compressão que os a gasolina!

Os motores Flex, que são motores com taxas de compressão compatíveis com o uso de gasolina comum, quando consomem álcool tem em média um ganho de potência e torque na faixa de 3%, graças ao poder anti-detonante do álcool.

Graças a eletronica que adianta o ponto quando se abastece com álcool. Ja nas SS, que não são flex, o desempenho piora!

As SS possuem motores bastante sofisticados, que contam com sensores de detonação que permitem que a ECU monitore o ponto de ignição no limiar da detonação, otimizando o desempenho.
Sérgio Santiago
Sérgio Santiago
Participante
Participante

Masculino
Idade : 67
Data de inscrição : 20/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Minotauro1978 Sex 05 Out 2012, 16:42

eduardo.longo escreveu:
Minotauro1978 escreveu:
Também achava que a pódium era pura, mas conversando com o dono de um posto aqui de Curitiba ele me informou que ela também leva a mistura de álcool na mesma proporção da gasolina comum, a vantagem é a octagem maior. Absurdo!!! As motos e carros importados são feitos para trabalhar com gasolina pura, não essa merda de "rabo de galo"(gasolina misturada com álcool) que nos vendem aqui!!!!

Errado.
Tanto na Europa quanto no Japão e nos EUA a gasolina tem álcool em proporções variadas, para regular a octanagem. Quanto mais álcool, maior a octanagem. O álcool hoje ocupa o lugar do "chumbo tetraetila", um composto químico extremamente tóxico e poluidor que era o regulador de octanagem no passado mas hoje está banido em todos os países minimamente civilizados.

Quanto mais álcool maior a octanagem???!!!

Achei que era o inverso!

Porque com a gasolina da Argentina os motores rendem mais, ja que ela não contem álcool, ou como você diz contem em menor quantidade???
Minotauro1978
Minotauro1978
Participante
Participante

Masculino
Idade : 43
Data de inscrição : 01/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por eduardo.longo Sex 05 Out 2012, 16:57

Sérgio Santiago escreveu:

O antidetonante chumbo tetraetila também está proibido no Brasil, e foi substituído por MTBE (éter metil-butil terciário) e etanol anidro. Na Europa o etanol ainda não é adicionado (o MTBE apesar de cancerígeno, é mais barato que o etanol, além da produção do etanol ser insuficiente).
Até onde eu sei 'gasolina unleaded' é gasolina sem chumbo, e não gasolina com etanol. Qualquer motor com catalizador no sistema de escapamento não pode usar gasolina 'leaded' (com chumbo) já que o catalizador seria inutilizado em pouquíssimo tempo.

Está certo. Mesmo no Brasil, na época da entressafra, é usado o MTBE, mas só o estritamente necessário para acertar a octanagem. E o Brasil, na época da safra, exporta álcool para a Europa.
Ah! E tem uma coisa que eu esqueci de dizer. O álcool adicionado na gasolina é anidro, que é muito pouco agressivo (corrosivo) para os metais do motor e do sistema de injeção (e carburadores). O problema é quando os donos de posto pouco honestos adicionam álcool hidratado à gasolina para roubar no preço. Aí a gasolina fica corrosiva e "come" as mangueiras, carburadores e sistemas de injeção..

Minotauro1978 escreveu:
eduardo.longo escreveu:
Minotauro1978 escreveu:
Também achava que a pódium era pura, mas conversando com o dono de um posto aqui de Curitiba ele me informou que ela também leva a mistura de álcool na mesma proporção da gasolina comum, a vantagem é a octagem maior. Absurdo!!! As motos e carros importados são feitos para trabalhar com gasolina pura, não essa merda de "rabo de galo"(gasolina misturada com álcool) que nos vendem aqui!!!!

Errado.
Tanto na Europa quanto no Japão e nos EUA a gasolina tem álcool em proporções variadas, para regular a octanagem. Quanto mais álcool, maior a octanagem. O álcool hoje ocupa o lugar do "chumbo tetraetila", um composto químico extremamente tóxico e poluidor que era o regulador de octanagem no passado mas hoje está banido em todos os países minimamente civilizados.

Quanto mais álcool maior a octanagem???!!!

Achei que era o inverso!

Porque com a gasolina da Argentina os motores rendem mais, ja que ela não contem álcool, ou como você diz contem em menor quantidade???

Sim, mas a maior octanagem não significa maior poder energético.
Maior octanagem permite maiores taxas de compressão, o que faz que se aproveite mais energia do combustível, qualquer que seja ele, mas o álcool tem 30% menos poder energético que a gasolina, então, mesmo em motores de alta taxa de compressão, com grande aproveitamento do combustível, a gasolina rende mais (em kcal/l).
eduardo.longo
eduardo.longo
Participante
Participante

Masculino
Idade : 67
Data de inscrição : 21/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Sérgio Santiago Sex 05 Out 2012, 17:08

É, o ideal para nós no Brasil, seria uma Podium sem etanol e com mais MTBE (para se manter as 95 octanas), mas a chance dessa gasolina ser comercializada é ZERO.

P.S.: para quem exige o máximo de desempenho e NÃO USA CATALIZADOR, os aeroclubes são uma opção.
Sérgio Santiago
Sérgio Santiago
Participante
Participante

Masculino
Idade : 67
Data de inscrição : 20/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por JoHnny Sex 05 Out 2012, 17:20

Sérgio Santiago escreveu:
JoHnny escreveu:
Como tem um poder calorífico maior que a gasolina a tendência, já que os motores a álcool tem compressão diferente do da gasolina, pelo que sei, é aumentar a cabonização no motor, ou seja, no longo prazo, acumulo de carvão nas sedes e cabeças de válvulas ou cabeças de pistões.

No extremo, acontece a batida de pino (que é a pré-detonação) do combustível antes da entrada nas camaras de combustão...

Resumindo: f... tudo!

O poder calorífico do álcool é MENOR que o da gasolina - daí o maior consumo - mas possui MENOR tendência a detonação que a gasolina, DIMINUINDO o fenômeno da pré-detonação e possibilitando o uso de motores com taxas de compressão maiores. Quanto a carbonização, o álcool leva muita vantagem em relação a gasolina, basta ver a cor do óleo usado em um motor que consome álcool para se perceber isso, além dos índices de emissão de carbono (poluição) serem bem menores.
As desvantagens são: maior corrosão, por isso os materiais que entram em contato com o alccol tem que ser apropriados para isso (principalmente a bomba de gasolina) e o PREÇO, pois pagamos esses 25% de álcool que é mais barato como se fosse gasolina.

Realmente, você está certo em relação ao poder calorífico, acabei misturando algumas coisas em relação a mistura. O problema que você esqueceu de citar é a proporção estequiométrica...

Citando um site de preparação: “O álcool tem proporção estequiométrica de 8,4:1 (8,4 partes de ar para cada parte de álcool) em massa, enquanto a gasolina tem 13,5:1. Para a mesma massa de ar, é utilizado 60% a mais de massa de álcool. Em volume, é necessário mais 43% de álcool do que de gasolina. Por isto, bicos para álcool tem que ter uma vazão em torno de 50% maior do que bicos para gasolina. Uma coisa interessante que decorre disto é a seguinte: Apesar de a gasolina fornecer mais 37,5% de energia, o fato de ser necessário 43% a mais de álcool para a mistura faz com que um motor ganhe em torno de 5% de torque e potência só de passar a queimar álcool.”

Só que estamos comparando na sua ótica, motores totalmente adaptados para álcool ou gasolina.
Quando você utiliza em um motor a gasolina uma maior quantidade de álcool na mistura da gasolina, esta mistura, que não consegue ser ajustada com mais quantidade de combustível por todos os motores, sob minha avaliação faz com que o motor trabalhe com uma mistura mais pobre e a mistura pobre (que é uma maior quantidade de ar e menor quantidade de combustível) acaba por aumentar a temperatura na câmara de combustão criando sim, o efeito de pré-detonação das outras partes da gasolina restantes.

Outra coisa importante que precisa ser citada é o avanço do ponto de ignição.
A gasolina tem um ponto de ignição mais atrasado enquanto o do álcool, por ter uma queima mais lenta que a gasolina, tem que ter um ponto de ignição mais avançado para aproveitar todo o combustível injetado.

Na pratica, não sei dizer, se a adição de 5% na gasolina que utilizamos pode ser absorvida pela maioria dos motores (creio que sim), mas com certeza os resultados positivos é que o carro pode ter um pequeno aumento de torque e potência (insignificante) e gastar mais (muito mais provável).

De verdade, no meu último carro, um Kia Soul, tive que levar o carro para ajustar o ponto de ignição e alguns parâmetros da injeção porque acontecia pré-detonação do combustível.

_________________
JoHnny - João Carlos

jcarlosdelima@gmail.com

www.twitter.com/jcarlosdelima
-------------------------------------------------

Diga não a peças roubadas! O próximo a ser roubado pode ser você!

-------------------------------------------------
Atual: Triumph Thruxton 900 - 2014
Atual: Yamaha YZF-R1 50th WGP Edition - 2013


Ex: Kawasaki Z1000 - 2011
Ex: Triumph Daytona 675R - 2009
Ex: Suzuki Bandit 1200N - 2008
Ex: Suzuki Bandit 650N - 2006
Ex: Suzuki GS500E - 2004
Ex: Honda XLX250R - 1985

also...

Ex: Honda Nx4 Falcon - 2004
Ex: Yamaha Dragstar - 2003
Ex: Suzuki TL1000S - 1999
Ex: Suzuki GSXR 1000 - 2001
Ex: Suzuki GSXR 1300 Hayabusa - 2004
Ex: Suzuki GSXR 1000 - 2007
Ex: Suzuki GSXR 1350 Hayabusa - 2011
Atual: BMW S1000RR - 2015
Atual: Ducati Multistrada Pikes Peak - 2014
JoHnny
JoHnny
Participante
Participante

Masculino
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Sérgio Santiago Sex 05 Out 2012, 17:50

Segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo), todos os veículos a gasolina vendidos no Brasil, com a anuência das montadoras (guela a baixo) estão preparados para consumir gasolina com adição de etanol anidro entre 20 e 25% (a adição inicial foi de 24%) e isso desde 1998 no Brasil (1993 no Estado de São Paulo), quando a maioria dos mototes eram carburados, o que dificultava os acertos.
Acredito que para nossas motos, com motores de alta performance, o aumento de 20 para 25% é até benéfico, a não ser para quem só usava podium.
Sérgio Santiago
Sérgio Santiago
Participante
Participante

Masculino
Idade : 67
Data de inscrição : 20/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Last_Warrior Sex 05 Out 2012, 18:28

relembrando as aulas de quimica hehehehe

a gasolina tem maior poder calorifero porque tem muito mais carbono em cada molecula de 7 a 10 em meia a maioria 8 carbonos. Isso significa menor consumo porque cada molecula tem mais energia.

Já o alcool no caso etanol só tem 2 carbonos por molécula por isso q o rendimento é menor no sentido de gastar mais combustivel. Agora o detalhe importante o alcool tem resistencia maior a detonação o que significa q vc pode usar uma taxa de compressão maior e ponto de ignição mais avançado sem ocorrer detonação comparado com a gasolina.

o problema de usar mais álcool vai ser programar a injeção para isso. Algumas motos já são basta olhar no manual do proprietário q algumas falam usar gasolina com no máximo 25% de etanol anidro já outras 22 23 depende cada um olha na sua. Se a moto já aceitar os 25 blz não precisa mexer na injeção porém os efeitos como maior consumo e menor autonomia serão mais perceptíveis quanto mais potente e mais gastona for a moto.

O que revolta é que vc vai andar menos só que pagando pelo mesmo preço entenderam? Aqui está a malandragem.

Na minha F nem vai fazer muita diferença porque consome pouco já nas ss aí vão sentir no bolso e na estrada a autonomia menor

Last_Warrior
Participante
Participante

Masculino
Idade : 35
Data de inscrição : 12/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por lequirino Sex 05 Out 2012, 18:52

Aprendi demais da conta com todos vocês aqui, nem sabia que já foi posto 25% antes, mas o que achei melhor de ler aqui é que a gente paga a preço de gasolina 1/4 de álcool. Ou seja, em cada 100 litros a gente paga 25 litros de álcool ao preço de gasolina, isso é IMORAL. E nossos motores são caros demais para serem judiados com combustível vagabundo. Não adianta a gente escolher o melhor óleo, e abastecer com alcolina. aff.
lequirino
lequirino
Participante
Participante

Masculino
Idade : 66
Data de inscrição : 09/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por JoHnny Sex 05 Out 2012, 19:18

Sérgio Santiago escreveu:
Segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo), todos os veículos a gasolina vendidos no Brasil, com a anuência das montadoras (guela a baixo) estão preparados para consumir gasolina com adição de etanol anidro entre 20 e 25% (a adição inicial foi de 24%) e isso desde 1998 no Brasil (1993 no Estado de São Paulo), quando a maioria dos mototes eram carburados, o que dificultava os acertos.
Acredito que para nossas motos, com motores de alta performance, o aumento de 20 para 25% é até benéfico, a não ser para quem só usava podium.
Concordo, mas eu sou um exemplo prático de que existe carros e motos que não estão preparados.
Meu carro por exemplo, precisou ir para a concessionária, pq na prática nossa gasoroba não tem só o álcool.

_________________
JoHnny - João Carlos

jcarlosdelima@gmail.com

www.twitter.com/jcarlosdelima
-------------------------------------------------

Diga não a peças roubadas! O próximo a ser roubado pode ser você!

-------------------------------------------------
Atual: Triumph Thruxton 900 - 2014
Atual: Yamaha YZF-R1 50th WGP Edition - 2013


Ex: Kawasaki Z1000 - 2011
Ex: Triumph Daytona 675R - 2009
Ex: Suzuki Bandit 1200N - 2008
Ex: Suzuki Bandit 650N - 2006
Ex: Suzuki GS500E - 2004
Ex: Honda XLX250R - 1985

also...

Ex: Honda Nx4 Falcon - 2004
Ex: Yamaha Dragstar - 2003
Ex: Suzuki TL1000S - 1999
Ex: Suzuki GSXR 1000 - 2001
Ex: Suzuki GSXR 1300 Hayabusa - 2004
Ex: Suzuki GSXR 1000 - 2007
Ex: Suzuki GSXR 1350 Hayabusa - 2011
Atual: BMW S1000RR - 2015
Atual: Ducati Multistrada Pikes Peak - 2014
JoHnny
JoHnny
Participante
Participante

Masculino
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Sérgio Santiago Sex 05 Out 2012, 20:03

Os veículos não estão preparados para consumir solventes nem água. Aí já é uma questão policial.
Sérgio Santiago
Sérgio Santiago
Participante
Participante

Masculino
Idade : 67
Data de inscrição : 20/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL. Empty Re: PETROBRÁS QUER AUMENTAR O ÁLCOOL.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum