Iluminação (Normas do Contran)

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Mensagem Iluminação (Normas do Contran)

Mensagem por Garça em Ter 06 Jul 2010, 09:04

Relembrando a primeira mensagem :

Acho um tópico legal para informação sobre o que podemos ou não modificar nas motos ou outros veículos.

Segue o link do artigo do Contran, e tbm o link para quem não quer colocar Xenon e quer uma coloração igual, sem a policia poder falar nada.

http://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/RESOLUCAO_CONTRAN_227.pdf



http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-145275543-gp-thunder-8500k-c-efeito-xenon-a-melhor-lampada-do-mercado-_JM

Iluminação (Normas do Contran) - Página 2 430935
Garça
Garça
Participante
Participante

Masculino
Idade : 56
Data de inscrição : 30/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo


Mensagem Re: Iluminação (Normas do Contran)

Mensagem por Hans Blackbullet em Dom 08 Jul 2012, 18:48

Não vou discutir legislação e direito, mesmo porque não me sinto capacitado para tanto.
Entretanto, uso Xenon 8K há três anos.
Como funcionalidade, me permitiu uma visão noturna mais ampla e portanto mais segura.
Como segurança, me fez ser visto melhor e mais antecipadamente quando me aproximo de um veículo a ser ultrapassado, bem como em outras tantas situações.
Em viagens tanto ao Paraná, quanto em São Paulo e Minas Gerais, mesmo tendo sido parado em Blitz nas estradas e cidades, ou em postos rodoviários, nunca tive qualquer problema, sequer questionamento a respeito da iluminação de minha motocicleta.
Quando quis instalar a Xenon, tive as mesmas preocupações de voces. Entretanto, o desejo de melhorar a iluminação, bem como aumentar a segurança de minh moto foram decisivas para a instalação do referido acessório.
Além de funcionar muito bem, jamais me troxe qualquer tipo de problema.
No que diz respeito a leis, lembrem também que é proibido roubar motos, e ninguém está fazendo muita coisa...
Enfim, é um acessório que recomentdo.
Grande abraço a todos.
Hans Blackbullet
Hans Blackbullet
Hans Blackbullet
Participante
Participante

Masculino
Idade : 53
Data de inscrição : 15/02/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem Re: Iluminação (Normas do Contran)

Mensagem por ivnn em Dom 08 Jul 2012, 19:40

Lallo escreveu:
Com todo respeito colega, o pior é que te convenceram desta estória. Existe uma correlação direta entre temperatura e a cor da luz (espectro) emitida.
A relação não é direta, mas é fácil de explicar:
A temperatura de uma certa cor é a temperatura (em Kelvin) que um corpo negro ideal deve ter para que a tonalidade, assim como percebida pelo olho humano médio, da luz emitida seja igual à tonalidade dessa cor.

Este gráfico mostra, a grosso modo, diversas cores e temperaturas correspondentes:
Iluminação (Normas do Contran) - Página 2 PlanckianLocus


Se a temperatura da emissão de luz não passa de 3400 k num filamento de W, esta temperatura não iria emitir energia luminosa suficientemente grande no comprimento de ondas correspondente as cores emitidas em temperaturas de 5 ou 6000 K. Isto é, com o filtro haveria menor fração de luz vermelha e amarela e mais de azul, lilas e branca.

Exato. Essa luz que se perde é o preço que se paga para aumentar a temperatura de cor. Acho que agora isso não mais tão comum, mas não sei se você é da época que fotografávamos com diapositivos... Era bem comum um filtro corretivo na máquina, de cor azulada, que fazia a luz de um floodlight (3200K) ir para a temperatura de daylight (5500K). Era conhecido como filtro 80A. O preço? Dois pontos de abertura! Isso mesmo, o filtro roubava 3/4 da luz de tungstênio, e produzia uma luz 5500K muito fiel.


Consequentemente, a luz até é algo azulada mas tem temperatura de emissão de luz que nunca será superior a 4 ou 5000 k.

Ok eu sei que o objetivo é apenas estético/visual e acredito que a quantidade de lumens até seja alguma coisa maior que as halogênias convencionaisnestas lâmpadas mais caras. Mas dai os vendedores divulgarem uma propaganda enganosa dizendo que é 6000 k e tal é falta de respeito com o consumidor e a inteligência do povo.

Olha, se você puser na frente de uma incandescente de 3200K um BG3 (http://www.schott.com/advanced_optics/english/our_products/filters/overview/filteroverviewdetail_bandpass_bg_b.html) a temperatura de cor será maior que infinito! É claro que muito pouca luz passará - mas um pouco passará sim! Mesmo a apenas 3200K, o filamento emite azul, violeta, até UV.... Muito pouco, mas emite sim:
Iluminação (Normas do Contran) - Página 2 Black_body

Então o consumidor inteligente precisa saber disso. Na hora que puser uma lâmpada com filtro azulzinho, precisa saber que a côr laranja que aquele filtro está roubando será luz a menos iluminando seu caminho. E daí o mesmo consumitor põe um óculos alaranjado para ver melhor na neblina e de noite. Agora me diz, esse consumidor tem tem noção, na hora que descasa o espectro ótimo do óculos com o espectro do farol?

Isto posto, eu sem dúvida compraria uma lâmpada destas sem problemas.

Eu não. Uma razão é que é ineficiente energeticamente. Outra é que é desnecessário. Uma terceira é que... Olha, quando eu vejo uma xenon eu sei que é xenon. Quando eu vejo uma halógena se fantasiando de xenon a sensação que me desperta é... sabe carro velho e baleado que neguinho rebaixa, põe aerofólio, põe um filtro plástico preto ou azul por fora no farol? Pois é. Tou fora. Se o cara é feliz assim, bom pra ele, mas não é minha praia.

sds.

ivnn
Participante
Participante

Masculino
Idade : 106
Data de inscrição : 30/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem Re: Iluminação (Normas do Contran)

Mensagem por Lallo em Dom 08 Jul 2012, 22:54

Ivnn

Você em sintese escreveu a mesma coisa que eu de forma mais detalhada. A luz emitida teria mais azul, porém teria uma emissão em lumens proxima de uma halogênia convencional.

Do ponto de vista estritamente legal, como não poder-se-ia usar esses Xenons genéricos do ML que declaram emitir luz de 6000 K. Eu ciompraria digamos uma Diamond, X-treme ou similar porque não haveria alternativa dentro da lei que eu conheça.

Obrigado
Lallo
Lallo
Participante
Participante

Masculino
Data de inscrição : 21/06/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem Re: Iluminação (Normas do Contran)

Mensagem por Lallo em Dom 08 Jul 2012, 22:58

Berlindo escreveu:Sendo azulada abre o presuposto. A legislação, artigo 383/2011, Anexo I, item 3.15, diz cor branca para faróis e aí já viu.

Xenon é bem identificável, em todo caso, uso a muitos anos em minhas últimas motos, tendo sido parado já e nunca tive problemas.

Se fosse pra usar xenon hj, usaria 4300~5000K.

Concordo contigo, a questão é que ao menos no Brasil no momento só encontro kits Xenon que declaram 6000 k ou mais. Mas quem nos garante que esses 6.000 não seriam 4300 k né.

Nas lojas fora do Brasil o que tem para vender de Xenos é 4.4000 ou 5.000 k porque deve ser o que a legislação local permite.
Lallo
Lallo
Participante
Participante

Masculino
Data de inscrição : 21/06/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem Re: Iluminação (Normas do Contran)

Mensagem por Lallo em Dom 08 Jul 2012, 23:05

Hans Blackbullet escreveu:Não vou discutir legislação e direito, mesmo porque não me sinto capacitado para tanto.
Entretanto, uso Xenon 8K há três anos.
Como funcionalidade, me permitiu uma visão noturna mais ampla e portanto mais segura.
Como segurança, me fez ser visto melhor e mais antecipadamente quando me aproximo de um veículo a ser ultrapassado, bem como em outras tantas situações.
Em viagens tanto ao Paraná, quanto em São Paulo e Minas Gerais, mesmo tendo sido parado em Blitz nas estradas e cidades, ou em postos rodoviários, nunca tive qualquer problema, sequer questionamento a respeito da iluminação de minha motocicleta.
Quando quis instalar a Xenon, tive as mesmas preocupações de voces. Entretanto, o desejo de melhorar a iluminação, bem como aumentar a segurança de minh moto foram decisivas para a instalação do referido acessório.
Além de funcionar muito bem, jamais me troxe qualquer tipo de problema.
No que diz respeito a leis, lembrem também que é proibido roubar motos, e ninguém está fazendo muita coisa...
Enfim, é um acessório que recomentdo.
Grande abraço a todos.
Hans Blackbullet

Exato Backbullet a questão é essa mesma, melhorar a segurança sem ofuscar niguém, principalmente quando passar numa blitz.

Desde que o que tem para vender hoje no ML é a partir são esses Xenons genéricos de 6.000 K, eu arrisco dizer que não são 6.000 K p..nenhuma quanto muito 5.000. O que pelos depoimento de vocês deve dar para passar batido em qualquer lugar se usar no farol baixo.

Obrigado galera pelas respostas.
Lallo
Lallo
Participante
Participante

Masculino
Data de inscrição : 21/06/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem Re: Iluminação (Normas do Contran)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum