Andando no corredor

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Andando no corredor

Mensagem por glauco em Qui 15 Abr 2010, 10:34

Gente, como alguns sabem, eu uso minha moto diariamente (não tenho carro) e por isso ando nos corredores das pistas. Então, acho que seria interessante dar algumas dicas de segurança ao andar no corredor. Essas dicas são baseadas no ponto de vista de um motorista de carro, por isso acho que são válidas.

Antes de começar as dicas propriamente ditas, temos que lembrar as leis da física, que diz que "dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço ao mesmo tempo". Se os motoboys soubessem dessa lei, não usariam a buzina!

Bom, vamos lá. Ao andar no corredor, temos que ter sempre em mente que estamos errados! Sim, errados, pois o código de transito proibe tal ato. Dessa forma, não temos a preferência, como muitos motoqueiros acham. Vejo motoqueiros buzinando, chingando, brigando, etc., quando um carro muda de faixa e fecha uma moto, mesmo dando seta! Lembrem-se que nessa briga, a moto sempre leva a pior. Então, seja educado e dê a preferência para o carro. Se ele deu seta para mudar de faixa, diminua a velocidade e deixe ele mudar de faixa. Vc só vai perder alguns segundos na sua viagem, e correu menos riscos.

Outra dica é em engarrafamentos. Vamos supor que está tudo parado. As duas faixas estão completamente paradas. Pra que sair buzinando? Qual a chance de um carro sair de uma faixa e ir para outra? Segundo a lei da física citada acima, a chance é nula, pois já existe um carro na faixa contrária! Então, não tem necessidade de usar a buzina, certo? Se quiser chamar a atençao, mostrando que vc está passando, acenda a luz alta! Os motoristas, mesmo durante o dia, verão seu farol, que alias, chama muita mais atenção que a buzina, pois podem haver carros com o vidro fechado e som ligado que nem conseguirão ouvir a buzina.

Ainda falando sobre engarrafamentos, quando os carros estão em movimento, fiquem de olho nas faixas. Tipo assim, quando vc está dirigindo um carro e esta em um engarrafamento, o que vc fica olhando? Qual faixa está andando mais (daqui a pouco falo sobre uma reportagem que li na superinteressante sobre esse assunto). Então, o que os motoqueiros devem ficar de olho é qual das faixas está andando menos. Quando identificar essa faixa, fique olho na faixa oposto para ver se aparece uma brecha entre um carro e outro. Se aparecer, olho no lado oposto para ver se não tem um carro alinhado com essa vaga. Se tiver, a chance de ele dar uma guinada repentina para pegar essa vaga é muito grande. Quando encontrar tal situação, redobre a atenção e diminua a velocidade. Vou tentar exemplificar com um desenho... Temos a faixa 1 e faixa 2. A faixa 2 está andando mais rápido. Então, a chance do carro Y tentar dar uma de esperto e trocar de faixa de uma vez é muito grande. Cuidado!

1 2
X | X
Y |
X | X
X | X

Legenda:
| = corredor
X = carro na faixa de rolagem
Y = carro que pode dar a guinada

Outra dica: Se estiver andando no corredor e a faixa da direita ou esquerda tem uma entrada de carros ou saida, tome cuidado. Como os motoristas são muito mal educados e não gostam de esperar, eles irão comecar a imbicar o carro pra forçar a entrada na faixa de rolagem. Isso fará com que os carros que estão do seu lado comecem a jogar seus carros para o corredor, para escapar do carro que está tentando entrar e não dar a passagem. Novamente, quando ver uma entrada de carros ou um retorno, que cria filas na faixa de rolagem e, consequentemente, carros querendo sair dessa fila, diminua a velocidade e, de preferência, saia do corredor e ocupe o lugar de um carro.

Bom, pelo que me lembre, essas dicas já ajudam bastante. Acho que tem mais coisas que podemos acrescentar. Conforme for lembrando, vou adicionando. Se alguém tiver mais alguma coisa pra acrescentar, seja bem vindo.

OBS: Sobre a reportagem na superinteressante, ficou comprovado científicamente que quando vc tem um engarrafamento e uma faixa anda mais que a outro, é apenas impressão. Façam o teste. Quando chegarem em um engarrafamento, marquem um carro do seu lado e veja o quanto ele anda e o quanto vc anda. Na grande maioria das vezes (faço isso sempre), o carro vai dar uma andada boa e até sumir da sua vista la na frente. Mas em seguida, a sua fila anda e a dele para, fazendo com que vc alcançe o carro.

Só pra finalizar a bíblia, lembrando sempre que a melhor dica é atençao redobrada e velocidade baixa.

Abraço,
Glauco
avatar
glauco
Participante
Participante

Masculino
Idade : 40
Data de inscrição : 24/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Bisteka em Qui 15 Abr 2010, 19:37

Poxa, que legal o post...

Longo, mais legal e útil... Pelo menos para mim, que quase não ando em trânsito e acabo não tendo experiência!!!

Um grande abraço...
avatar
Bisteka
Participante
Participante

Masculino
Idade : 37
Data de inscrição : 18/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por R-Carril em Qui 15 Abr 2010, 23:02

Bacana Glauco!
avatar
R-Carril
Participante
Participante

Masculino
Data de inscrição : 11/01/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por edigordo em Qui 15 Abr 2010, 23:22

Oi.
Bom só pra enfatizar a situação eu sou motoboy a 2? (vinte e uns) anos e vou falar por experiencia própria o corredor é o lugar das motos, eu sou motorista também e acho que todos os motoristas deveriam ter sido motociclistas antes pois só assim teriam mais noção...sobre essa situação de buzina, ae em Brasilia eu não sei mas aqui em Curitiba não rola ficar buzinando...
Abs.
avatar
edigordo
Participante
Participante

Masculino
Idade : 49
Data de inscrição : 29/06/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Kokimoto em Qui 15 Abr 2010, 23:24

Legal o tópico, Glauco! Tem dicas muito bacanas.

Só discordo dessa parte:

glauco escreveu:Vamos supor que está tudo parado. As duas faixas estão completamente paradas. Pra que sair buzinando? Qual a chance de um carro sair de uma faixa e ir para outra? Segundo a lei da física citada acima, a chance é nula, pois já existe um carro na faixa contrária! Então, não tem necessidade de usar a buzina, certo?

É realmente difícil os carros mudarem de pista, mas quando todos param, aparecem vários pedestres.

Eu quase atropelei uns 3, então sempre buzino qdo está tudo parado, principalmente quando há ônibus na direita (eles escondem os pedestres que a gente normalmente veria por cima dos carros).

Boas dicas, valeu!
avatar
Kokimoto
Participante
Participante

Masculino
Idade : 36
Data de inscrição : 13/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por glauco em Sex 16 Abr 2010, 09:09

edigordo escreveu:Oi.
Bom só pra enfatizar a situação eu sou motoboy a 2? (vinte e uns) anos e vou falar por experiencia própria o corredor é o lugar das motos, eu sou motorista também e acho que todos os motoristas deveriam ter sido motociclistas antes pois só assim teriam mais noção...sobre essa situação de buzina, ae em Brasilia eu não sei mas aqui em Curitiba não rola ficar buzinando...
Abs.


edigordo, desculpa descordar, mas corredor não é lugar de moto não. Moto é um veículo automotor, como o carro. Está no código de trânsito. Quanto sobre o que vc falou que todo motorista deveria ter sido motoqueiro, também descordo. Tem que ser o contrário. Existem muito mais carros que motos! Se todo motoqueiro ja tivesse experiencia como motorista de carro, saberia como eles pensam e preveriam suas ações. Não se esqueça nunca que a moto sempre sai perdendo em uma colisão!

Akama escreveu:Legal o tópico, Glauco! Tem dicas muito bacanas.

Só discordo dessa parte:

glauco escreveu:Vamos supor que está tudo parado. As duas faixas estão completamente paradas. Pra que sair buzinando? Qual a chance de um carro sair de uma faixa e ir para outra? Segundo a lei da física citada acima, a chance é nula, pois já existe um carro na faixa contrária! Então, não tem necessidade de usar a buzina, certo?

É realmente difícil os carros mudarem de pista, mas quando todos param, aparecem vários pedestres.

Eu quase atropelei uns 3, então sempre buzino qdo está tudo parado, principalmente quando há ônibus na direita (eles escondem os pedestres que a gente normalmente veria por cima dos carros).

Boas dicas, valeu!

Akama, nesse caso vc tem razão. O negócio é que por onde ando aqui não passa pedestre. Citei isso mais no caso de pegar uma via expressa e os motoqueiros ficarem buzinando sem necessidade alguma.

Ainda sobre as buzinas, realmente aqui em Brasília ainda não está sendo muito utilizada não Só um ou outro que faz isso.

Abraço,
Glauco
avatar
glauco
Participante
Participante

Masculino
Idade : 40
Data de inscrição : 24/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por aslie em Sex 16 Abr 2010, 09:44

É realmente difícil os carros mudarem de pista, mas quando todos param, aparecem vários pedestres.


É a mais pura verdade já quase atropelei 2..... principalmente na praia de copacabana...... parou tudo, pode contar que vão começar a aparecer pedestres....então tem que buzinar mesmo e prestar muita atenção, principalmente quando há veiculos grandes que impossibilitam a visão.... assim, se não dá para ver... melhor sempre desconfiar que pode sair alguem do nada....



Outra coisa que observo é que a moto nunca pode estar em velocidade muito superior as dos demais veículos.... tem que haver uma compatibilidade .... não dá para passar a 80km/h no corredor.....
avatar
aslie
Participante
Participante

Masculino
Idade : 35
Data de inscrição : 18/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Reis em Sex 16 Abr 2010, 13:42

Excelente tópico!!!

Minha dica é que: "só ande no corredor quando os carros de ambas as pistas estiverem parados."
Andar no corredor com os carros em movimento não permite um ganho grande de tempo e ainda aumenta muito o risco de se acidentar.

Por último, quero reforçar essa dica abaixo. Ela parece boba, mas faz toda a diferença em termos de segurança no trânsito:

aslie escreveu:Outra coisa que observo é que a moto nunca pode estar em velocidade muito superior as dos demais veículos.... tem que haver uma compatibilidade .... não dá para passar a 80km/h no corredor.....
avatar
Reis
Participante
Participante

Masculino
Idade : 44
Data de inscrição : 24/11/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por rtsantanna em Sex 16 Abr 2010, 16:46

glauco escreveu:Sim, errados, pois o código de transito proibe tal ato.
Glauco

Glauco,

Não quero te criticar, mas você deve se informar antes de postar. O ex-presidente Fernando Henrique vetou a não utilização do corredor (segue uma matéria auto-explicativa). Em outras palavras, o corredor não esta proibido. Existe um deputado burro que esta querendo reverter isto, mas com certeza, isto nunca será aprovado.

Aqui, nós temos um transito caótico e carregado. Nós iriamos apenas piora-lo, sem andassemos como carros nas faixas. Já pensou no número de moto-boys que ficariam desempregados?

Eu mesmo seria um que venderia minha Fazer 250 e iria trabalhar de carro. Se é pra gastar o mesmo tempo, então vou no conforto do ar-condicionado e rádio, protegido da chuva e fechadas (nas pernas).

Porque eles não investem em melhorar a educação no transito, tanto dos motociclistas como dos motoristas?

http://www.shopcarnews.com.br/view_artigo.htm?id=2602














Pensando
em preservar a integridade física do motociclista e, consequentemente,
diminuir o número de acidentes, a Comissão de Constituição e Justiça e
de Cidadania (CCJ) aprovou em 7 de abril, em caráter conclusivo, o
Projeto de Lei 2650/03, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei
9.503/97) e proíbe os motociclistas de trafegar nos corredores entre
veículos. Agora a proposta segue para análise do Senado.
Polêmico,
o projeto retoma a redação original do Código de Trânsito Brasileiro
sobre motocicletas, vetada pelo então presidente da República, Fernando
Henrique Cardoso, sob a alegação de que a prática é largamente
utilizada em todo o mundo.
Agora, o relator da proposta na CCJ,
deputado Hugo Leal (PSC-RJ), assinalou que o próprio código estabelece
como diretriz "o trânsito em condições seguras", e que a proibição é
condizente com esse princípio.
De autoria
do deputado Marcelo Guimarães Filho (PFL-BA), o projeto determina que o
motociclista deverá observar a distância lateral de 1,5 metro dos
carros em circulação. Assim, a medida inviabiliza o hábito dos
motociclistas de seguir pelos corredores formados entre carros no caso
de congestionamentos. Mas há estatísticas que concluem que a maioria
dos acidentes de com motociclistas acontece nos cruzamentos e não nos
corredores. Agora, para ser aprovado, esse projeto de lei deverá ser
discutido no Senado Federal.
Prós e contrasSe
aprovada pelo Senado e sancionado pelo presidente Lula, a nova lei será
bastante impopular entre os motociclistas. Sinônimo de agilidade, a
moto foi incorporada ao modo de vida dos grandes centros. Para muitos
motociclistas, circular no corredor é a única solução para dar vazão ao
trânsito carregado das metrópoles e conseguir chegar na hora certa ao
seu destino.
Assim, o motociclista
profissional, popularmente chamado de motoboy, é considerado o grande
vilão do trânsito. Claro que alguns representantes da categoria são
abusados e muitas vezes inconseqüentes e irresponsáveis – porém muitos
trabalham sobre a pressão do cronômetro. Ou seja, tem a missão de fazer
o maior número de entregas possíveis no mesmo dia. Mas a história está
mal contada.
Segundo dados da CET
(Companhia de Engenharia de Tráfego), em 2006, dos 380 acidentes fatais
evolvendo motociclistas na cidade de São Paulo, apenas 23% das vítimas
atuava na atividade de entregas rápidas. Em 2008 esse número caiu para
14%. Ou seja, a grande maioria que morreu no trânsito da capital
paulista era motociclistas, que utilizam a moto como meio de
transporte.
Contrário ao projeto de lei,
Lucas Pimentel, presidente da Abram (Associação Brasileira de
Motociclistas), diz que o mais sensato seria a criação de um divisor de
faixa de rolagem diferenciado entre a faixa 1 e 2, a fim de
regulamentar a passagem das motocicletas e proibir a passagem das motos
entre as demais faixas de rolagens.
“Nossa
preocupação não é com a fluidez, mas sim com a segurança do
motociclista. Muitos acidentes acontecem pela mudança repentina de
faixa por parte dos carros. Muitos motoristas desatentos ou
irresponsáveis nem olham nos espelhos retrovisores. Além disso, o tempo
de frenagem do carro é totalmente diferente se compararmos com a
motocicleta. A colisão traseira será inevitável, se as motos forem
obrigadas a andarem atrás dos carros”, conta o presidente da Abram,
prevendo uma carnificina caso seja proibida a passagem da motocicleta
pelo corredor.
Há 38 anos usando a moto
diariamente como meio de transporte, o executivo Nicolás Lagomarsino
faz coro com Lucas Pimentel. “Sou totalmente contra a eventual
proibição da circulação de motos nos corredores”, conta o piloto,
dizendo que a motocicleta é um veículo econômico, menos poluente e mais
racional do que um automóvel. Portanto, seu uso deveria ser incentivado
e não restringido.
“Querer que as motos
ocupem o mesmo espaço de um carro é surreal nas condições das grandes
cidades brasileiras. Teoricamente, se as motos fossem proibidas de
circular nos corredores e se respeitassem essa proibição, o trânsito se
tornaria ainda pior. A cidade seria paralisada, pois isso equivaleria a
acrescentar milhares de veículos a uma cidade já tão sobrecarregada”,
conclui Lagomarsino.
Nicolás Lagomarsino
também faz uma análise socioeconômica se a lei passar pelo Senado e for
sancionada pelo presidente Lula. “O transporte em moto e o serviço de
moto frete perderiam o sentido. Dezenas de milhares de pessoas ficariam
sem atividade, causando uma comoção social. Além disso, sem a moto, não
existiriam entregas rápidas (muitas vezes de medicamentos), os bancos
não conseguiriam operacionalizar seus serviços, publicações não
poderiam ser feitas a tempo, enfim, uma enormidade de serviços que a
população utiliza não seria mais possível de ser realizada. Isso sem
falar na impopularidade da medida”, conta o executivo.
Seguindo
a linha de raciocínio dos motociclistas Lucas Pimentel e Nicolás
Lagomarsino, o presidente do Sindicato dos Mensageiros Motociclistas,
Ciclistas e Mototaxistas do Estado de São Paulo (Sindimoto), Gilberto
Almeida dos Santos, afirma que o projeto é arbitrário e ignora as
verdadeiras ameaças à segurança dos motoristas. “O problema dos
acidentes não está no tráfego de motos entre veículos, mas sim pela
falta de educação dos condutores de forma geral”, explica.
O
sindicalista ainda questiona: “Como é possível, em um trânsito como o
de São Paulo, por exemplo, discriminar o motociclista, impondo uma
restrição absurda, tendo em vista a versatilidade do veículo de duas
rodas, ferramenta importantíssima para ajudar a desafogar o trânsito?”
Em
entrevista ao telejornal matinal Bom Dia Brasil, da Rede Globo, o
professor David Duarte, da Universidade de Brasília (UnB) é favorável
ao projeto de lei. Segundo o doutor em segurança de trânsito, o País
gasta entre R$ 7 bilhões e R$ 8 bilhões só com acidentes de motos. “O
número de motocicletas aumenta a cada ano e o número de mortos e
feridos também”, afirma Duarte, dizendo que além da aprovação da nova
lei, é preciso aumentar a fiscalização sobre a motocicleta e seu
condutor.
Polêmicas à parte, todos
concordam que o governo Federal e a indústria de duas rodas devem
promover campanhas educativas e de uso racional da motocicleta, além de
investir em sinalização e fiscalização. A outra grande preocupação é
investir em uma melhor formação e também na educação dos novos
motociclistas e motoristas para que haja um convívio pacífico entre as
partes.
avatar
rtsantanna
Participante
Participante

Masculino
Idade : 36
Data de inscrição : 25/09/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por glauco em Sex 16 Abr 2010, 22:11

rtsantanna, não quero criar polêmicas. Como falou, vou me informar melhor antes de dizer algo. Pra mim, isso estava no código de transito. De qualquer forma, acho que esse trecho da reportagem fala o grande problema que enfrentamos:

...
Assim, o motociclista profissional, popularmente chamado de motoboy, é considerado o grande vilão do trânsito. Claro que alguns representantes da categoria são abusados e muitas vezes inconseqüentes e irresponsáveis – porém muitos trabalham sobre a pressão do cronômetro. Ou seja, tem a missão de fazer o maior número de entregas possíveis no mesmo dia. Mas a história está mal contada.

O grande problema é que o motociclistas, ou se acham melhores que todos e tentam passar em tudo quanto é buraco, mesmo quando não consegue, sem um pingo de respeito ao próximo, que inclusive pode ser outro motociclista, ou é um cara que acabou de comprar uma moto porque consegue pagar R$ 2.000 (que não paga um carro), gasta R$ 10,00 reais pra rodar a semana toda e não tem um mínimo de experiência, tanto com carro quanto com moto. O que eu já vi de barberagem por imprudência e inexperiência! Agora, o que me irrita mais é a falta de respeito. Acho que quando as pessoas passarem a respeitar mais umas as outras, não precisaremos mais estar aqui discutindo esse tipo de coisa.

De qualquer forma, podendo ou não andar no corredor, acho que o intúito do tópico é apenas dar dicas para pessoas menos experientes. E, acima de tudo, bom senso. Isso sempre é o melhor.

Abraço,
Glauco
avatar
glauco
Participante
Participante

Masculino
Idade : 40
Data de inscrição : 24/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Victor Rafael em Sex 16 Abr 2010, 22:27

Na minha opinião e na de muitas outras por aqui (SP-Capital) o grande numero de acidentes com motos no nosso transito se da por alguns inexperientes(acho que é assim) que usam a motoca só pra ir ao trabalho e voltar, dessa forma essas pessoas tem pouquissima experiencia ou quase nada e acabam por se assustarem com situações que fogem do arroz com feijão, motoboys e motoqueiros em geral ja olham tipo 10 metros adiante, ja tem experiencia tb se envolvem em acidentes mas em menor numero do que esses outros, eu particularmente no transito de SP com a minha motoca sou adepto da buzina quase que o tempo todo, porque tem muito motorista bom mas tem o triplo ou mais de motoristas ruins, motoristas que nao estao nem ai pras motos, mudam de faixa sem seta e sem olhar, desrespeito total.Acho que mudaria bastante a situação se acabasse com a corrupção desses examinadores que cobram 300 pratas pra dar uma permissão pra matar pra qq pessoa.
avatar
Victor Rafael
Participante
Participante

Masculino
Idade : 32
Data de inscrição : 21/01/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por xander em Sex 16 Abr 2010, 22:41

excelente tópico...

quando existe consientização de ambos (motoristas e motociclistas) não tem enrosco.
Infelizmente o curso para retira a habilitação de moto é uma bosta, vc não aprende nada.
Tem motoqueiro que não sabe nem posicionar os espelhos da moto! (assim com tem pessoas que não sabem fazer isso no carro)

o que ocorre muito é que muitos motoqueiros nunca dirigiram um carro na vida ou se esquecem que existem os pontos cegos do carro (esses só não batem em vc quando mudam de direção pq vc uso os freios ou desviou do maltido).


o que irrita as pessoas não é o fato das motos utilizarem o corredor, mas a forma que a grande maioria faz isso...

todo mundo gosta que a pizza, lanche ou remédio chegue rápido...
ninguém gosta de ficar ouvindo buzinas em 5 h de engarrafamentos...nem de riscos nos seus carros...

eu por incível que pareça, do tempo que ando de moto, já sofri muitos mais riscos causados por outra moto (sempre pequenas) do que por outros carros...
avatar
xander
Participante
Participante

Masculino
Idade : 34
Data de inscrição : 08/12/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por marcelom-silva em Sex 16 Abr 2010, 23:13

rtsantanna escreveu:
glauco escreveu:Sim, errados, pois o código de transito proibe tal ato.
Glauco

Glauco,

Não quero te criticar, mas você deve se informar antes de postar. O ex-presidente Fernando Henrique vetou a não utilização do corredor (segue uma matéria auto-explicativa). Em outras palavras, o corredor não esta proibido. Existe um deputado burro que esta querendo reverter isto, mas com certeza, isto nunca será aprovado.

...

[/size]

Santanna, num sei em Sampa ou outros estados, mas aqui no DF tanto a polícia como o DETRAN fiscalizam os motociclistas no corredor. É difícil, pois eles geralmente estão por conta de outras infrações, mas multam. Vi no final do ano passado o Chefe da fiscalização do DETRAN/DF, Silvain Fonseca, comentando sobre o assunto.

Essa é uma das fontes q encontrei pela net...segue um pedaço:

"
...
E o ponto mais
polêmico: o corredor.
Muita gente pratica, mas é proibido. "Quando
ele anda no corredor, não mantém uma distância lateral do outro
veículo. O motociclista entra numa faixa destinada a um só veículo e
isso é infração de trânsito. Justamente por ser a maior causa de
acidentes com morte envolvendo motociclistas, o Detran tem notificado
todo condutor que é deparado fazendo esse tipo de coisa"
, avisa
Silvain Fonseca.


O corredor só é aceito quando o trânsito está parado e com o
motociclista em baixa velocidade. "Chegou perto, diminua a velocidade
para passar com velocidade de segurança. Os carros estão parados, a
gente passa com velocidade pequena, volta para nossa faixa de origem e
assim consegue pilotar com segurança muito boa"


...

Rita Yoshimine / Edgar de Andrade





Fontes: Denatran Clipping - Bom Dia DF - TV Globo
"


Não sei se mudaram algo novamente aqui, pois mesmo com a lei é difícil encontrar alguém aqui q a respeite...
avatar
marcelom-silva
Participante
Participante

Masculino
Idade : 39
Data de inscrição : 10/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por vytor em Sex 16 Abr 2010, 23:33

existe uma penalidade q eh: nao manter distancia segura de outro veiculo !

bom, motos no corredor tbm podem ser enxergadas dessa forma

eu uso corredor, mas acho q tem q ser usado com respeito e cuidado....

_________________
Vytor
1) Ex - GS 500 E 1999 - preta
2) GSX 750 F 2005/6 - chumbo - atual
Potência não é nada sem controle BARULHO!!! rs
avatar
vytor
Moderador
Moderador

Masculino
Idade : 32
Data de inscrição : 16/12/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por rtsantanna em Sab 17 Abr 2010, 00:08

Não quero causar polemica, mas lá vai.

Primeiro, Glauco, de boa, relaxa.

Segundo, marcelom-silva, o cara esta falando merda. É lei federal. O que acontece, é que muitos policiais, não tem uma reciclagem e não sabem quando as coisas mudam.

Olha a desculpa, pegar quem esta no corredor, por outras infrações, sem comentários. Então muda a lei e dane-se.

Se vocês procurarem, eu tenho dois posts, de quando me derrubaram.

A primeria vez, estava numa rua de mão dupla, na minha faixa, no centro da minha pista, quando um carro tentou sair derrepente, distraido no celular. Me acertou a lateral e eu fui pro chão. Quando sai debaixo da moto, fui levanta-la, e o cara fez mensão de vir ajudar, mas entrou no carro e fugiu.
EU NÃO ESTAVA NO CORREDOR, E ESTAVA A 30Km/h.

A segunda vez, o idiota esta procurando uma loja, rua de pista dupla, quando estava no final do cruzamento, o imbecil achou a loja que procurava na rua a esquerda, e deu um quebrão, só que ele estava na pista da direita e eu na pista da esquerda, a 40Km/h.
Pra vcs terem uma idéia, eu vi o cara começar a dar o quebrão, e ainda inclinei a moto pra esquerda, pra tentar fazer a curva com ele. Ele bateu tão forte, que a moto ao invés de cair pra esquerda, ficou de pé, e caiu pra direita.
EU NÃO ESTAVA NO CORREDOR, E ESTAVA A 40Km/h.


Sabe qual foi a causa dos dois acidentes: MOTORISTAS DESPREPARADOS, inconsequentes e imprudentes.

Outro fator crítico, é o que citou o Victor: o suborno pros idiotas tirarem a carta. A prova já é uma merda, não separa quem sabe (tem capacidade de) dirigir ou não, ainda existe os que passam de qualquer jeito.
É a mesma coisa de dar uma arma de fogo na mão de um retardado.

Sempre brinco, que muitas pessoas não tiram carta, mas sim porte de arma, pois são seriais killers: pegam o carro e saem pra matar, por causa de suas imprudencias.

E uma observação, as duas vezes que os idiotas me derrubaram, eu estava com a Bantid 1200S, com xenon, escape esportivo e em PRIMEIRA MARCHA.
Fala pra mim, que não dá pra ver a luz da xenon e ouvir o barulho do escape?
Na cidade, sempre ando em primeira ou segunda apenas, pro motor roncar alto e todos me verem, mas mesmo assim, não adiantou.

Agora pergunto pros senhores: no meu caso, duas quedas em 7 meses. O problema foi eu pilotando a 30/40 km/h, os corredores ou os motoristas imprudentes, inconsequentes, irresponsaveis e mal preparados ?

A própria CET, tem uma estatistica, que a maioria dos acidentes de moto, não é por causa do corredor em si, em sim em cruzamentos.

Seria muito melhor, que os governantes se preocupassem em preparar melhor os motoristas e motociclistas, do que fazer essas imposições arbitrárias. Mas eles não tem este interesse.

Este lance, é o mesmo dos assaltos e roubos de motos. Eles não se preocupam em inibir os roubos de motos e desmanches. Mas querem proibir de andar com garupa. RIDICULO.

Mas no final, e pra fechar, sabem porque não mudam as leis? Porque eles são beneficiados com a impunidade e levam as propinas pra manter esta bagunça.

Caso venha a ser proibido, quero ver se os policiais e CET's vão deixar de andar nos corredores. Sabem o que vão dizer: QUE ELES SÃO "OTORIDADE", que tão numa "IMERGENCIA".

RIDICULO.
avatar
rtsantanna
Participante
Participante

Masculino
Idade : 36
Data de inscrição : 25/09/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Padumi em Sab 17 Abr 2010, 01:48

Andar no corredor é quase uma ciência. Felling e experiência são fundamentais.

Abs
avatar
Padumi
Participante
Participante

Masculino
Idade : 40
Data de inscrição : 30/09/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por victor.borghi em Sab 17 Abr 2010, 02:55

Padumi escreveu:Andar no corredor é quase uma ciência. Felling e experiência são fundamentais.

Abs

2x !!

Como já comentado, eu acho que sim, uma pessoa que já foi motociclista será melhor motorista. E o inverso também é valido!!

Eu por exemplo, uso o corredor quase que diariamente para ir para a universidade e as vezes pra ir trabalhar, desde que tirei a carta, e de prestar atençao no que vejo quando estou de moto e de carro consigo me imaginar no outro papel e assim evitar transtornos.

Quando estou de moto lembro daquela velha frase: "Se vc consegue me ver no retrovisor então eu consigo te ver tb".
Nossa posição ao se aproximar de um carro é fundamental. Assim como ter conciencia quando estamos numa zona morta do retrovisor de alguem.
Outra dica é ficar longe de mulheres dirigindo SUV. Elas sempre abrem as curvas, como se estivessem com uma carreta.

Quando estou de carro, sempre penso nos caminhos que faria se estivesse no corredor, assim sempre tento deixá-lo livre.
Outra dica pra quem está de carro é (saber) usar tanto o retrovisor central quanto o lateral, assim diminui-se os pontos cegos e como vemos mais para traz nao ocorre aquele "mas tava tão rápido que nem vi de onde o motoqueiro saiu".

Desde de que tirei a carta nunca tive problemas com carros ou motos no transito, tirando algumas fechadas básicas que consegui desviar/brecar... Mas com pedestre já tive sérios problemas, por isso é importante conhecer o lugar onde andamos, ficar atento a pontos de ônibus, escolas, centros comerciais e shoppings que é onde as pessoas mais insistem em andar no meio da rua.
avatar
victor.borghi
Participante
Participante

Masculino
Idade : 29
Data de inscrição : 18/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por victor.borghi em Sab 17 Abr 2010, 03:04

Outra dica que lembrei agora:
Quando estiver de carro, evite ao máximo deixar o seu retrovisor alinhado com o do carro do lado, procure sempre deixar um caminho para o Zig-zag, ainda mais com transito parado.
avatar
victor.borghi
Participante
Participante

Masculino
Idade : 29
Data de inscrição : 18/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Arnaldo Costa em Sab 17 Abr 2010, 10:53

Bom dia, conconrdo em gênero, número e grau, com muita coisa dita aqui.
Em Goiânia o trânsito não é muito diferente das grandes metróplos deste Brasil.
Para terem uma idéia, depois de 21 anos sem moto, comprei a minha em dezembro último e confesso que de início, fiquei meio que assustado com algumas coisas. São motos pequenas que passam tirando fino, outras querem a todo custo nos ultrapassar seja pela direita ou pela esquerda, dentro de uma faixa de rolagem, ou esmo no corredor. Motoboys que carregam para-choques de carros e todo tipo de loucura. Não estou citando nem os automóveis.
Uso o corredor somente com os carros totalmente parados. Confesso, acho o corredor bem perigoso para quem não tem experiência. Em duas ocasiões, parado no sinal o carro passou com o pneu raspando meu tornozelo e por cima do peito do pé. Dei muita sorte de não ter quebrado!!!!
Fechadas e etc, acontecem quase que dirariamente.
Acho que para não alongar muito, o que falta é mais educação das pessoas. Uma mudança nos exames para habilitação, principalmente de moto. A volta das categorias A1, A2 e A3. Se para caminhão e ônibus existe, por que não?
Hoje aos 18, quem nunca andou de moto, compra uma esportiva e sai acelarando..... Não tenho nada contra as esportivas!!!!!
Para esportivas, deveria haver algum tipo de curso obrigatório. Como um Breve de Aviação.
Abraços

Arnaldo
avatar
Arnaldo Costa
Participante
Participante

Masculino
Idade : 56
Data de inscrição : 05/01/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Celsomf10 em Qui 22 Abr 2010, 22:34

E ai Glauco blz! Cara eu também trabalho de moto em São Paulo, e ando a maior parte do tempo na Marginal Pinheiros. Concordo com você em quase tudo menos na parte da utilização da buzina. Quando o transito está totalmente parado realmente é dificil um carro mudar de faixa, mas existem os pedestres que adoram atravessar fora da faixa e a buzina ajuda e muito em alerta-los, e também acho que a buzina é sempre uma otima forma de marcar presença para uma serie de outras surpresas que as vezes não estamos esperando.
Uma coisa que acho muito valida é nunca ultrapassar um carro quando tiver uma rua que ele possa entrar. Por exemplo: se você estiver em uma rua passando o automovel pela esquerda e logo na frente têm uma rua onde ele possa virar, fique muito esperto pois ele pode virar do nada. Acho que o fundamental no trânsito e você sempre tentar prever o que pode vir a acontecer.
Forte abraço a todos.

Celsomf10
Participante
Participante

Masculino
Idade : 37
Data de inscrição : 20/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Fontenelle em Qua 19 Maio 2010, 13:08

Será que os motoboys não percebem que eles são os maiores prejudicados em caso de acidentes, moro em Fortaleza/Aracati, fico entre essas duas cidades, semana passada em um av. de duas faixas, quase que passo por cima de um cidadão, estava parado, o sinal abriu, comecei a andar, o cara veio com garupa e quis me passar pelo canteiro central, dimunui e não satisfeito ele abriu, pra subir no canteiro, quase bato, tenho uma Ranger, consegui desviar, mas quase que levava as pernas da garupa, sem falar quando não ultrapassam pela direita.

Já andei de mobilette, de moto, inclusive em uma Hayabusa de um amigo, na capital e sei que o corredor é necessário, mas com os carros parados, não quando todos estão em movimento, é mais seguro pra todos, como já foi citado, há o desrepeito à distância lateral mínima, sem falar que corredor não é faixa de rolagem, mas ninguém se atenta a isso, aqui está demais, é pela esquerda, pela direita, entram de umas vez nas preferenciais e quem quiser que se vire pra desviar. Sei que todos vivem com tempos apertados, prazos curtos, mas como já li:

"É melhor perder um segundo na vida, do que a vida em um segundo!"
avatar
Fontenelle
Participante
Participante

Masculino
Idade : 33
Data de inscrição : 10/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Otyac46 em Qua 19 Maio 2010, 13:35

E pra quem não quer usar buzina, e tem escape esportivo, fica ai minha sugestão...uóón uóón.... o único problema é o consumo...

Mas falando sobre este assunto, acho que além de pilotar defensivamente, oque já pressupõe prever os movimentos de outros motoristas/pilotos, é não trafegar em velocidade superior demais às dos outros carros...

Buzinar acredito ser necessário, mas somente em algumas situações...
avatar
Otyac46
Participante
Participante

Masculino
Idade : 29
Data de inscrição : 30/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Johnnie Walker em Qua 19 Maio 2010, 17:06

Na Inglaterra, é possível obter permissão para pilotar motocicletas de até 125 cc e potência limitada com 16 anos. Isso significa, que como todo adolescente quer sempre ter um carro/moto o mais cedo possível, que a grande maioria da população que dirige um dia já andou de moto. Assim, grande parte dos motoristas tem noção do que é conduzir uma motocicleta, e acaba por respeitar mais esse tipo de veículo.

Acho que deveria estar presente no currículo escolar uma matéria referente ao código de trânsito, para tentar mudar esse cenário pelo menos daqui uns 20 anos, pois se algo do gênero não acontecer, andar de moto nas cidades será impossível.

Voltando especificamente aos corredores, mais uma coisa que se deve tomar cuidado é com a pintura das faixas, principalmente molhadas... Fica um verdadeiro sabão...
avatar
Johnnie Walker
Participante
Participante

Masculino
Idade : 41
Data de inscrição : 16/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Carlos - Bandit em Qua 19 Maio 2010, 18:35

Outro detalhe que é necessário tomar cuidado é quando o sinal está fechado.
Ande em uma velocidade baixa dentro do corredor, pois quase sempre há um pedestre que tem preguiça de ir até a faixa e atravessa entre os carros....
avatar
Carlos - Bandit
Participante
Participante

Masculino
Idade : 28
Data de inscrição : 03/08/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Henricao em Qui 20 Maio 2010, 00:50

Uso a buzina sem dó quando estou com minha moto em trânsito pesado. É impressionante a quantidade de fechadas que levamos, principalmente por motoristas que dirigem falando ao celular.
Por duas vezes levei fechadas de taxistas em que quase fui derrubado, os fdps estavam na esquerda e mudaram para a direita sem qualquer cuidado ao verem potenciais passageiros na rua. Um deles ficou sem retrovisor, espero que tenha aprendido...
avatar
Henricao
Participante
Participante

Masculino
Idade : 39
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Andando no corredor

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum