GSX650F e eu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

GSX650F e eu

Mensagem por HumbertoReis em Sex 13 Dez 2013, 15:04

Antes de mais nada, estou grato por poder participar de um fórum sobre meu novo hobby.

Minha experiência com motos havia sido única, aos 19 anos. Um vizinho ganhou uma CG125 no consórcio e antes de vender resolveu dar uma voltinha com ela e me convidou. Dei uma volta na quadra.

O tempo passou, fiz muita coisa e de moto, nada.

Para resumir: me formei em medicina, fui para a Espanha fazer doutorado e na volta optei por vir para o interior da Bahia (morava em Porto Alegre e trabalhava no litoral gaúcho).

Quanto a fóruns na internet, participei como moderador de um fórum de pocketPC (antes dos smartfones surgirem) e de um fórum de generalidades (esporte, política, sexo…). No fórum de PocketPC colaborava com reviews e impressões sobre os softwares. No outro fórum, a participação era mais elaborada: além da participação diária e dos comentários aos post diversos, criávamos enquetes e até promovemos uma gincana virtual. A parte de sexo era muito visitada, então trazíamos enquetes de outros sites para movimentar a participação e dinamizar as conversas. Também fui bastante atuante do maior fórum brasileiro de relógios mecânicos, mas hoje não visito nenhum deles.

De hobbies e outras atividades, sou praticante de tiro esportivo. Disputei o Campeonato Baiano de Tiro ao Prato em 2011, o que me trouxe imensa alegria e descontração, mas depois tive de deixar essa brincadeira de lado por outros motivos. Sigo praticando tiros aqui na cidade, em estande ou em campo aberto com os amigos da polícia civil e militar.


Clínica de Tiro ao Prato, em 2008. Olhar de profissional. Pelo menos isso!

Tenho um carro antigo (TL 1974, foto abaixo), que participou de 5 das 6 edições do Encontro de Carros Antigos de Guanambi. O encontro é promovido pelo Clube do Carro Antigo de Guanambi, do qual sou sócio e fundador.


Fabuloso TL fazendo pose no encontro de agosto 2013.

Como passatempo, estudo a genealogia da família em profundidade há 12 anos. Acabei por descobrir muita coisa bacana na família, estudei o povoamento da ilha de Florianópolis (onde nasceu uma bisavó minha), contratei uma pesquisadora e, no fim, recebi aproximadamente 20 certidões de batismo e casamento de antepassados, que me ligam diretamente aos primeiros políticos da ilha. Tudo isso foi devidamente documentado e publicado na Revista da ASBRAP, associação que publica anualmente as pesquisas de brasileiros interessados no tema da genealogia. Quem se interessar, é possível pegar o link do pdf do artigo aqui

Poderia descrever ainda outras coisas, mas o tempo permitirá que nos conheçamos melhor e de forma mais consistente. De momento, basta relatar o episódio que culminou na compra da moto:

Fui a um casamento de um amigo na cidade vizinha, em setembro. Na saída da Igreja, 12 ou 15 amigos estavam perfilados com suas motonas, aguardando a saída do noivo. Uma barulheira (o padre havia autorizado!) e a beleza das motos eram os destaques, juntamente com os noivos, claro! Percebi que um deles era meu amigo, a bordo de uma B-King. Encostei e falei que gostava daquele visual, que assinava revista de moto na adolescência, mas que a medicina havia me tirado o ânimo pra pilotar motos. Ele me convenceu que isso era besteira e que aqui na região, com cidades pequenas, moto seria uma grande curtição.

Em três dias, o dono da Suzuki aqui da região me ligou e convidou-me pra uma visita. Lá estava uma GSX650F preta, quietinha, esperando seu futuro dono. Mais três dias e a moto dormiu lá em casa.

Em poucos dias tratei de ganhar habilidade com a moto. Rodei diariamente por 11 dias. No décimo-segundo dia, fiz um passeio até Carinhanha, às margens do Rio São Francisco (110Km da minha cidade). Magnífico! No dia seguinte, eis o grande momento: cheio de inspiração e crente que já havia adquirido toda a habilidade para guiar a moto, acelerei forte na 'largada' do semáforo, passando uma 150cc. A curva à esquerda chegou cedo demais, travei o freio e caí. Devagar, mas caí. O tombo, sem sequelas, foi o suficiente para que eu percebesse as limitações do condutor e o poder da moto. Já andava devagar, já pensava que não havia necessidade de acelerar ou de provar nada a ninguém. Tudo na teoria. Com a queda na prática, posso dizer que sou outro motociclista. Superei apenas 1.000Km e hoje buscarei a moto na revisão, pronto para mais milhares de quilômetros de muita diversão e paisagens belas.


GSX650F às margens do Rio São Francisco.

Abraço a todos!
avatar
HumbertoReis
Participante
Participante

Masculino
Idade : 45
Data de inscrição : 13/12/2013

http://www.humbertoreis.med.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GSX650F e eu

Mensagem por Anderson Campinas em Sex 13 Dez 2013, 15:14

Humberto,

Seja bem vindo e parabéns pelas contribuições a sociedade e com certeza irá contribuir muito por aqui.

Muito bom saber que foi para o interior do nordeste ajudar a cuidar da população,       

Mas vc se machucou? a moto estragou muito? estimo melhoras.

Abraços.

Anderson
avatar
Anderson Campinas
Participante
Participante

Masculino
Idade : 37
Data de inscrição : 06/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GSX650F e eu

Mensagem por dany.capone em Sex 13 Dez 2013, 15:44

baita variant kra.

curto carros antigos também. sou aqui do sul. Santa Catarina

tive essa mesma sensação que a tua. eu já me sentia muito bom após alguns kilômetros e na primeira curva que fiz mais rápida nao sabia se inclinava a moto, abria a perna, freiava ou chorava. hahaha mas por sorte nao caí. me serviu de alerta.

espero que não tenha se machucado muito.

ótimas estradas e curta muito essa vida em duas rodas.

abraço guri.
avatar
dany.capone
Participante
Participante

Masculino
Idade : 27
Data de inscrição : 28/04/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GSX650F e eu

Mensagem por mirculio em Sex 13 Dez 2013, 16:01

Linda moto amigo!!!! Parabens!!!!
avatar
mirculio
Participante
Participante

Masculino
Idade : 34
Data de inscrição : 25/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GSX650F e eu

Mensagem por HumbertoReis em Sex 13 Dez 2013, 16:52

Amigos, o único machucado foi no orgulho...

O interessante é o desejo de saltar para uma GSX1250FA... Quando falei com meu amigo que iria comprar uma CB300 pra aprender a andar de moto, o cara disse que iria vendê-la em 15 dias, pois me conhecia e sabia que eu iria querer uma mais possante rapidamente.

Ainda bem que segui o seu conselho e parti para essa 650cc. Muito boa.

Dany.Capone, sou catarinense também. CIdade de São Francisco do Sul. Fui morar em Porto Alegre com 12 anos. Em maio, completo 9 anos de Bahia, que maravilha!
avatar
HumbertoReis
Participante
Participante

Masculino
Idade : 45
Data de inscrição : 13/12/2013

http://www.humbertoreis.med.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GSX650F e eu

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum